8 DJs e produtores que têm sua própria gravadora

produtores gravadora

As gravadoras no mundo da música eletrônica são um pilar essencial para que o mercado funcione da maneira que funciona. Uma ponte entre um artista iniciante a uma equipe especializada, uma família, um espaço onde artistas que produzem músicas com características semelhantes se encontram. As labels dão perspectiva aos novos talentos, abrem portas para que floresçam e distribuem o conteúdo para todos os cantos do mundo.

A importância de uma gravadora não se dá somente por fazer uma nova música chegar a mais lugares, mas sim chegar aos lugares certos. Quando um artista lança uma faixa por uma gravadora, ele põe seu produto em um caminho especialmente escolhido, em evidência para que outros artistas mais influentes o notem, e com essa notoriedade, consequentemente, atinja maiores públicos, maiores gigs e maiores lançamentos.

kalla orbis

Apesar da infinidade de gravadoras e selos em atividade no mercado, muitos artistas sentem falta de uma plataforma que abrace uma sonoridade específica, seja por gênero de música, seja por estética sonora, ou por sentirem falta de algo que ainda não foi coberto pelas gravadoras já estabelecidas. Entre esses e outros motivos, muitos DJs e produtores decidem por criar sua própria label, abrigando artistas e lançamentos escolhidos a dedo para que façam sentido em seu catálogo, com sua sonoridade ou com o que quer que seja que o artista queira expressar por meio da música.

Selecionamos oito artistas (nacionais e internacionais) e suas gravadoras, com três dos seus lançamentos mais vendidos de acordo com o Beatport.

KVSH – Lemon Drops

Apesar de recém-nascida em 2020, sua concepção é datada de um passado mais distante, mais precisamente em 2014. Foi neste ano que, Luciano Ferreira, DJ e produtor musical que ainda passava por seu processo de formação artística, teve a idéia de criar uma gravadora que funcionasse como uma verdadeira incubadora de novos talentos e, ao mesmo tempo, pudesse ser o instrumento de conexão entre eles e o seu público da forma mais orgânica possível. Com lançamentos de Carol Fávero, Carola, LOthief, Disorder, Dynamick, Curol, além do próprio KVSH e muitos outros, a label mostra que vem construindo um futuro brilhante e cheio de sucessos, e é claro, apresentando ao mundo grandes talentos.


Gui Boratto – D.O.C Recordings

O nome é uma referência a “denominazione di origine controllata” ou d.o.c., utilizado para certificar vinhos, queijos e outros tipos de alimentos, que seguem um conjunto de regras e regulamentos e são produzidos em áreas geográficas específicas. Neste caso, é sobre música. Para Gui Boratto, mais importante que estilo, arranjo ou produção, é a música em si e sua relação entre harmonia e melodia. Assim, a intenção de criar uma plataforma focada no lançamento de qualidade, música atemporal, de vanguarda, e com uma linguagem e expressão bem definida e eficiente, independentemente do seu gênero. Gui acredita simplesmente no bom e no mau gosto. Com lançamentos de nomes de calibre internacional como L_cio, Leo Janeiro, Elekfantz, Coppola, Blancah, Solomun, além do label boss entre alguns outros, a D.O.C materializa a qualidade e o alto nível nas produções e lançamentos, valorizando a cena e apresentando conteúdo musical da melhor qualidade.


Axwell – Axtone

A gravadora teve início em 2005 com o objetivo de ser uma marca para lançar o próprio material de Axwell. Com o tempo, a demanda se expandiu para assinar artistas e faixas em todo o espectro eletrônico de todo o mundo, incluindo os parceiros de Swedish House Mafia Sebastian Ingrosso e Steve Angello, Laidback Luke, Don Diablo, Dimitri Vegas & Like Mike, CamelPhat, Kolsch e entre muitos outros.Nos últimos anos, a Axtone desenvolveu uma divisão de gerenciamento para marcar presença ao vivo em grandes festivais, tendo seu próprio palco e curadoria em eventos como Tomorrowland, Parookaville, Medusa, e mais.


Armin Van Buuren – Armada Music

Promovendo a dance music em todo o mundo a partir de suas sedes em Amsterdã, Nova York e Londres, a Armada Music representa e cultiva as mentes criativas de alguns dos maiores DJs e produtores de música eletrônica. Incluindo Andrew Rayel, Armin Van Buuren, ARTY , Brando, Cat Dealers, Ferry Corsten, Loud Luxury, Morgan Page, Sunnery James & Ryan Marciano e Tensnake, a gravadora é peça importantíssima para a cena da música eletrônica trazendo a perspectiva internacional para novos talentos. Além do selo principal, a gravadora também abriga outros selos como Armada Deep, Armind, Armada Subjekt e NO ART (comandada pelo duo ANOTR).

deadmau5- mau5trap

Mais de uma década desde a sua formação, a mau5trap tornou-se um porto seguro para que artistas vanguardistas e que desafiam os gêneros musicais apresentem sua sonoridade ao mundo. Criando uma forte e importante influência para a música eletrônica, a Mixmag elencou a mau5trap no Top 10 entre os “Top 50 Labels of the Decade”. A plataforma multi gênero recebeu nomes de gigantes da cena eletrônica mundial como Skrillex, Feed Me, Zedd, Noisia, Dillon Francis, Chris Lake e Madeon, além de muitos outros, e é claro do label boss Deadmau5. O selo atua como uma incubadora de talentos em ascensão lançando para o mundo nomes como REZZ, Getter, i_o, ATTLAS, No Mana, Matt Lange e outros. 


Lee Foss – Repopulate Mars

As pessoas que são atraídas pela música eletrônica e pelas raves geralmente se sentem diferentes”, diz Lee Foss. “Acho que esse é um fio comum e a dance music os uniu.” As “pessoas” a quem Lee Foss se refere são mais do que as pessoas que apreciam a música na pista de dança. Ele está se referindo aos produtores que contrata para a gravadora, aos DJs que contrata em eventos. Com este selo, Lee Foss está criando uma ponte sonora, dando oportunidade para que juntos possam repovoar a cultura da dance music com a confiança de expressar quem são, não importa o quão extraterrestres possam ser.


Jamie Jones – Hot Creations

Até o momento, a gravadora de Jamie Jones, Hot Creations, lançou mais de 100 títulos, comemorando o marco do 100º com ‘Kooky Chords’, do próprio label boss. A gravadora também ajudou a lançar as carreiras de vários artistas como Patrick Topping, Richy Ahmed e Detlef, que fazem parte da família leal e criativa que Jamie construiu ao seu redor. 

Fundada em 2010, a gravadora criou alguns outros importantes selos como HOTTRAX e Emerald City, e lançou artistas de nível mundial como Monki, Shermanology, Blackchild (ITA), Ninetoes, Rebuke, Hot Natured, East End Dubs, Lee Foss, Nicole Moudaber, Prok & Fitch além do próprio label boss Jamie Jones.


Tale Of Us – Afterlife

Uma das mais conhecidas e importantes gravadoras do Techno, a Afterlife visa levar as pessoas em uma jornada, seja em seus eventos ou lançamentos. Esses dois se complementam, com o objetivo de trazer a multidão para outra dimensão de percepção com uma produção mágica que atinge os sentidos. Criada em 2016 na Alemanha pelo duo Tale Of Us, a label é uma das mais celebradas da cena, produzindo eventos inesquecíveis, fazendo a curadoria e showcases em palcos de grandes festivais e lançando grandes artistas do Melodic Techno. Nomes já lançados pela label incluem ARTBAT, Mind Against, ANNA, Kevin De Vries, Adriatique, Recondite, Innellea, Stephan Bodzin, entre muitos outros, e os próprios criadores da label, Tale Of Us.

Leia também: 20 Melhores festivais de música eletrônica pela Europa 2022

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas, clique aqui!
- Confira nossos grupos exclusivos de WhatsApp aqui!

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

DJ, produtor musical e graduado em Comunicação Social pela ESPM SP, seu objetivo de vida é emocionar as pessoas e fazer com que elas sintam lá no fundo algo confortante. Seja tocando em festas, produzindo suas próprias tracks ou escrevendo textos, acredita que a música eletrônica tem o potencial único de unir pessoas e trazer bons momentos e experiências inesquecíveis.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome