As Melhores Baladas da Europa em 2017

Em 2017 tive a oportunidade de curtir o verão europeu durante um mês. Foram 13 países, 29 Baladas, 4 Festivais e ainda 3 clubs que toquei como DJ Guest. Planejar esta trip não foi nada fácil, me levou muito tempo de pesquisa para descobrir qual eram as melhores baladas de cada cidade que eu visitava, principalmente pelo fato de que cada dia da semana tem uma balada específica que bomba. Portanto farei um resumo das melhores baladas da Europa considerando cada lugar que visitei em uma visão técnica de DJ e promoter.

melhores baladas da Europa

Ibiza – Espanha

Sem dúvida Ibiza é o lugar com o maior número de opções de baladas top tier no mundo. São não menos que 6 clubs no Top 50 mundial da DJ Magazine: Hi/Space Ibiza #1, Ushuaia #6, Pacha #7, Amnesia #11, DC10 #13, Privilege #38. Eu conheci as 4 primeiras e recomendo todas, mas sem dúvida a melhor é a Ushuaia. Esta é muito parecida com a P12 de Jurerê. Ela começa no final da tarde e vai até meia noite, a balada é grande, bem estruturada, som e iluminação perfeitos, gente bonita, é simplesmente mágica. Porém uma coisa em comum nas baladas de Ibiza é o preço salgado, o ingresso custa em média 50 EUR antecipado, mas você consegue comprar com desconto em Ibiza na mão dos promoters e agências. Os drinks custam em média 20 EUR. Eu pessoalmente não acho que as baladas do Brasil ficam muito atrás, acho que em termos de público as tops do Brasil são até melhores. Porém o que Ibiza ganha de longe são as atrações.

Cada uma dessas baladas tem um headliner top de linha junto com os dj guests todos os dias da semana, TODOS! Para você ter uma idéia do nível dos lines, o Vintage e o Alok vão lá como DJ Guests, não como headliners. O David Guetta tocava todas as segundas-feiras na Ushuaia e o Martin Garrix na Hi Ibiza. Lá cada DJ tem seu club e seu dia da semana durante toda a temporada (Maio – Setembro). Resumindo, melhor point de baladas da Europa, porém apenas na temporada de verão.

melhores baladas da Europa

Barcelona – Espanha

Barcelona é uma metrópole que nunca dorme, super turística e badalada durante todo o ano. Na minha opinião a melhor balada é a Opium, eles investem em bons DJs e é mais comercial então da um público legal, porém dependendo do dia o público é meio juvenil. Ela fica bem localizada, na famosa praia de Barceloneta ao lado da Pacha Barcelona, que é outra balada bem similar em todos os aspectos, ambas são grátis até um certo horário e abrem todos os dias da semana no verão, porém dependendo do dia a fila fica grande e o porteiro é do tipo asshole, daqueles que escolhem quem entra e quem não entra. Uma opção mais underground em Barcelona é a Razzmatazz que é bem grande, e a famosa festa Elrow no Row14, ambas são #75 e #18 respectivamente do Top 100 DJ Mag. Caso queira uma balada mais luxuosa e selecionada tem a Sutton, mas prepare o bolso e conheça um promoter. Resumindo, Barcelona é um lugar com várias opções de festas de todos os estilos e da pra sair sem gastar um centavo caso você não beba, porém as baladas só começam a bombar a partir das 2:00 AM.

melhores baladas da Europa

Boom – Bélgica

Eu não conheci nenhuma balada na Bélgica, apenas o famoso bar Delirium em Bruxelas. Porém fui no festival Tomorrowland que vale mais do que qualquer balada da Europa. O Tomorrowland Bélgica vale muito apena conhecer, é literalmente mágico, foram 16 palcos com os melhores DJs do mundo. Não vou dizer que é melhor ou pior do que o Tomorrowland Brasil porque são apples and oranges, vibes diferentes. O lado ruim é o custo e dificuldade para comprar o ingresso. O ingresso normal acaba em segundos, eu utilizei vários aparelhos com vários browsers abertos na página de abertura de vendas e não consegui comprar. Tive que comprar o pacote de viagem Global Journey saindo de Barcelona, deu R$3500 com a barraquinha de acampar (não é a Easy Tent). Algumas empresas Brasileiras fazem excursão a partir de R$5000.

melhores baladas da Europa

Amsterdam – Holanda

A Holanda é uma fábrica de DJs de ponta (Tiesto, Armin VB, Hardwell, Martin GX…), porém Amsterdam não é uma cidade cheia de baladas tops de eletrônico como Ibiza ou Las Vegas. A única balada que está no Top 100 da DJ Mag é a Air Amsterdam #66 mas infelizmente eu não a conheci por não estar la durante o final de semana. Eu acabei conhecendo a Techno Tuesday da Melkweg, o som é underground e o público bem juvenil, mas é de graça. A balada Sugarfactory que fica em frente é bem parecida também, ambas são as opções mais comuns durante a semana, mas cada dia da semana toca um estilo diferente, como bandas de rock, reggae, etc… Uma boa opção é fazer o pub crawl de Amsterdam, eles te levam em 3 bares e depois uma baladinha, é bem animado e mais comercial.

melhores baladas da Europa

Berlim – Alemanha

Aaa Berlim… uma cidade surpreendente. Esta sem dúvida tem o maior cenário de eletrônico underground do mundo. Baladas em prédio antigos, muros pichados, gente “estranha/diferente”, djs undergrounds com batidas minimalistas, é tudo uma loucura. Berlim é o lugar com mais baladas underground no Top 100 da DJ Mag, são elas: Berghain #12, Watergate #62, Tresor #70. Tentei ir na famosa Berghain , a balada underground mais famosa do mundo, esta balada barra dois terços da fila para entrar, ela só libera quem parece ser da cena underground, se você parecer playboy ou turista você não entra, tanto homens como mulheres, já o público GLS é bem aceito lá. Eu fui em uma quinta-feira todo de preto na esperança de entrar porém quando cheguei eles já tinha fechado a porta, ninguém mais entrava. No final acabei indo para a Tresor, esta também barra algumas pessoas na fila, mas eu consegui entrar tranquilo pois eu estava “a caráter”. A Tresor é bem legal para quem curte underground, iluminação dark e som minimalista bem alto. A área do bar é tipo lounge com sofás, e tem uma outra pista grande que não abriu no dia. Assim como a Berghain, a Tresor fica em um prédio industrial antigo, a diferença é que a Tresor não chega a ser tão pesada como a Berghain, que dizem ter até aqueles “buracos redondos” na parede do banheiro. Para quem não curte muito a cena underground a melhor opção é a balada Matrix, ela é razoavelmente grande e mais comercial, tem 3 áreas diferentes cada uma com um DJ, ela parece um ruin pub e tem um público mais juvenil. Se você fizer o pub crawl dos Backpackers você entra nessa balada de graça e sem pegar fila. Outra opção um pouco mais “cool” que me indicaram lá foi a balada Kater Blau. As baladas de Berlim tem preços razoáveis, entrada custa em média 10-20 EUR e começam a bombar depois das 1:00 AM, porém dependendo da balada é bom chegar cedo para conseguir entrar.

melhores baladas da Europa

Paris – França

Não conheci muito bem as baladas de Paris pois passei apenas uma noite lá. Acabei indo na balada Duplex que fica quase em frente ao Arco do Triunfo. Baladinha pequena mas legal, estilo comercial, público jovem e preço razoável. Porém a balada considerada melhor de Paris é a Rex Club #72 da Top 100 da DJ Mag.

melhores baladas da Europa
melhores baladas Europa 2017

Praga – República Tcheca

A famosa Praga, para muitos a cidade mais top da Europa quando o assunto é baladas, mas não na minha opinião. Praga no verão parece Porto Seguro, são MUITOS turistas de todas as idades, mas principalmente a galera universitária. A balada mais famosa, Karlovy lázně, tem 7 andares tocando estilos diferentes, é super lotada e quente, a fila é gigante, e tem um público bem juvenil e masculino, geralmente na Europa as festas tem mais homens que mulheres, mas em Praga a diferença era ainda maior, principalmente nesta balada. Se você fizer o pub crawl de Praga você entra nessa balada de graça e sem pegar fila, você ainda conhece uma baladinha menor chamada Double Trouble que é subterrânea (anti-bomba aérea) e outra chamada Chapeau Rouge a qual tocam bons djs, inclusive eu toquei la como DJ Guest.

Na Chapeau rola um som comercial e também underground nos 3 andares, porém a balada underground mais famosa em Praga é a Cross Club, famosa por sua arquitetura e decoração pitoresca, esta também tem um restaurante e bar aberto ao público, o ruim é que ela fica mais afastada do centro. Para quem está afim de uma balada mais sofisticada eu recomendo a Roxy Club. Os preços são bem baratos em Praga, no máximo 10 EUR para entrar. Resumindo, Praga tem um público meio fraternidade universitária masculina, com várias baladas que são no máximo “legalzinhas”, mas nenhuma delas é surpreendente.

melhores baladas da Europa

Viena – Áustria / Bratislava – Eslovaquia

Em uma Eurotrip se você visitar Viena você precisa também conhecer Bratislava e vice-versa, é apenas 1 hora de distância e vale muito a pena conhecer ambos. Porém quando o assunto é vida noturna as duas cidades deixam a desejar. Viena não tem uma cena eletrônica forte, a balada mais popular é a Volksgarten, já a underground recomendada é a Auslage, ambas são pequenas e funcionam nos finais de semana. Bratislava ficou conhecida no filme Eurotrip (2004) como uma cidade feia, extremamente barata e com raves loucas. Porém na verdade ela é uma cidade charmosa, tranquila e um pouco barata. A vida noturna lá não é muito badalada, não há grandes clubs. A opção é fazer o pub crawl durante a semana, inclusive na terça-feira ele te leva na festa universitária da ERASMUS. Aos finais de semana a balada mais popular é o The Club, e para quem busca underground a pedida é o Subclub. Vale lembrar que eu conheci Vienna e Bratislava no meio da semana portanto não fui aos clubs acima mencionados pois só abrem nos finais de semana, porém estas foram as recomendações que recebi das moças locais.

melhores baladas da Europa
melhores baladas Europa 2017

Budapeste – Hungria

Budapeste é sem dúvida a cidade mais badalada do Leste Europeu hoje, a cidade é tomada por bares, clubs, festivais, bath parties e os famosos ruin pubs, alguns são imensos. O esquema de Budapeste é parecido com Praga, no verão a cidade lota de jovens universitários, maioria homem, as baladas são super baratas e muitas são de graça. Lá tem poucos nightclubs pois o que bomba mesmo são os ruin pubs, baladas feitas em prédios antigos (ruínas) com vários ambientes e super low cost. O maior e mais popular é o Instant, ele é grátis mas a fila é grande, se você fizer o pub crawl de Budapeste você não precisa pegar fila para entrar, o som é bem comercial e variado nos diferentes ambientes, caso queira um eletrônico underground a recomendação é pagar para ir na balada Corvin Club. Se você estiver na cidade no Sábado você poderá ir na famosa bath party da Széchenyi, o DJ toca para a galera a noite na piscina térmica mais famosa de Budapeste.

Caso você pretenda ir para lá em Agosto vale checar as datas do Sziget Festival, este foi considerado o melhor festival da Europa em 2016. O festival tem duração de uma semana e você pode acampar lá. Eu tive a oportunidade de ir 1 dia e foi uma experiência incrível, são mais de 10 palcos tocando estilos de música diferentes, até samba Brasileiro. Além de diversas áreas que apresentam todos os tipos de arte como: teatro, circo, música, artes plásticas, dança, etc… O festival é uma mistura de Tomorrowland, Lolapalloza, Universo Paralelo e Woodstock. Resumindo, Budapeste é uma cidade super badalada porém simplista, ambientes alternativos, low cost, não é underground como Berlim mas também não é glamurosa como Barcelona ou Ibiza.

melhores baladas da Europa

Belgrado – Sérvia

Belgrado é uma cidade que surpreende positivamente em todos os aspectos. A capital da Sérvia tem varias baladas, todos os dias da semana e é super barato. Não há nenhuma balada nível Top 100 DJ Mag mas tem várias opções. No verão o que bomba são as baladas do rio Sava, fica uma do lado da outra, são pequenas mas divertidas. A mais famosa é a Freestyler, é a mais estruturada e com mais gente bonita (nesse ponto as Sérvias são campeãs), porém a balada praticamente não tem pista pra dançar, você realmente precisa pegar uma mesinha ou um camarote. Diz a lenda que estas baladas do rio Sava pertencem aos mafiosos Sérvios. No inverno a balada mais recomendada é a Dragstor. O pub crawl de Belgrado te leva nas melhores baladas também.

melhores baladas da Europa

Croácia

Croácia foi sem dúvida o lugar que eu mais curti da eurotrip, tem várias baladas legais e bem estruturadas, quase todas na praia. O único problema é que se você não for no dia certo para a balada ela pode estar bem vazia. Cada ilha tem uma baladinha com algo atrativo, Makarska tem uma balada em uma caverna, Vis tem uma balada em um Forte no topo da montanha, em Supetar e Komiza a balada é a beira mar. Porém estas festas dependem de empresas de turismo como Yacht Week, Sail Week e Sail Croatia para lotar a casa, se você for em um dia que não tenha essa turma a balada vai estar fraca, eles são tipo a Forma Turismo em Porto Seguro no mês de Outubro. As ilhas que realmente bombam são Bol e Hvar sendo a última considerada a Ibiza da Croácia. A ilha de Bol conta com o beach club Auro que rola uma festinha sunset todos os dias na praia com um ótimo DJ, dançarinas e até violinista. A noite a festa é na 585, uma balada muito bem estruturada, espaçosa e cheia de surpresas. Já em Hvar nós temos o Hula Hula Beach club que tem um dos sunsets mais bonitos da Croácia, eu tive a oportunidade de tocar nessa balada e foi sensacional (foto acima). A noite fica por conta de uma das baladas mais famosas da Croácia, o Carpe Diem, de todas a cima mencionadas esta é a única que tem que pagar entrada, custa 20 EUR e eles te levam de barco para a uma ilhazinha (balada) ao lado de Hvar, lembra muito a Ilha dos Aquários de Porto Seguro, mas sem os aquários e bem menor. Saindo das ilhas e indo para o continente croata a cidade de Split é o ponto de partida pois lá fica o aeroporto, na beira da praia tem vários bares/balada grátis para se divertir, o mais popular é o Tropic Club. Estas baladas fazem parte do roteiro destas empresas de turismo citadas que te leva para velejar durante uma semana por essas ilhas, vale bem a pena pois eles ainda fazem o Raft Party, uma festa no meio do mar com todos os barcos juntos.

Se você for em Julho ainda tem a chance de pegar o final de semana do Ultra Music Festival em Split, a semana mais badalada da Croácia. Caso ficar em um barco durante uma semana não seja a sua praia, recomendo ir direto para a ilha de Hvar que é a mais badalada e depois ir pra costa norte da Croácia conhecer a pequena cidade de Novalja na ilha de Pag. Ali você vai encontrar em Zrec Beach nada menos que 4 baladas no Top 50 da DJ Mag. Todas as 4 são beach clubs: Papaya #9, NOA #14, Aquarius #24 e Kalypso #39. Esta ilha foi a única que não conheci dos lugares citados pois não faz parte do roteiro do Sail/Yacht Week, mas com certeza irei voltar la para conhecer este lugar incrível.

Portanto ficam as dicas. Ibiza , Berlim e Croácia têm as melhores baladas da Europa, mas vale muito a pena ir nos festivais Tomorrowland da Bélgica e Sziget de Budapest também. Lembrando que com exceção de Berlim, todo o resto só acontece no verão europeu.

Texto por: Peter Prado

Leia também:
Quanto custa ir para o Tomorrowland Bélgica

✨ CONFIRA MAIS! ✨

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre as festas e festivais, ou para dúvidas sobre o Tomorrowland, clique aqui!

- Participe dos nossos grupos exclusivos de whatsapp de Festas de Réveillon , Universo Paralello, Tomorrowland e mais! Veja todos os nossos grupos aqui: We Go Out Together

- Participe do nosso grupo do Telegram neste link!

- Siga, colabore e curta nossas playlists do Spotify neste link!

– Para ter acesso a mais dicas sobre festas e festivais de música siga nossos perfis no Instagram @wegoout e @bruejode e curta também nosso canal no Youtube mimi

1 COMENTÁRIO

  1. Cara muito top seu artigo. Fico feliz em ver um conterrâneo perdido na web (kkk). Também tenho um blog e um canal, mas meu objetivo não é fazer propagando.

    Já estive em Zcre e foi uma decepção… As baladas só tinham homens!! Tentamos dois dias… no terceiro nem descemos para as praias e ficamos num barzinho na vila chamado Cocomoa, que estava mais habitável. Jogamos as reservas para o alto e no 4 dia nos mandamos para Zagreb.

    Quando você falou da Razzmatazz vi que manja das coisas… umas pistas loucas rolam por ali… minha preferida na Europa. Da para curtir a moda brasileira lá dentro.

    Berlin foi outra decepção porque simplesmente eles não deixam você entrar nas casas. Consegui entrar na Matrix e achei muito fraca com seu publico juvenil. No ultimo dia entrei na Watergate e essa sim é top…

    Em Amsterdam, tem a Scape que é surreal e a De Shelter lá na região de Amsterdam-Noord. Fora outras que não lembro e nome e você deve suspeitar o porque kkkk…

    Queria que me desse um panorama de Hvar …a pergunta é: Rolam garotas acessíveis e em quantidade? Tipo na Opium ou na Pacha de Barça? Porque realmente aquela pegada Zcre não deu para mim… Buda achei muito massa a noite…

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here