Berlim inaugura plano de seis etapas para a reabertura da vida noturna

Berlim

A Comissão de Clubs de Berlim revelou um plano de seis fases para reabrir os clubs da cidade. Após o anúncio de que a vida noturna na cidade pode não voltar ao normal até 2022, a comissão agora desenhou um plano de seis etapas para reabrir clubes com segurança na capital alemã.

De acordo com o jornal berlinense Berliner Zeitung, o plano de seis etapas, anunciado na quarta-feira, 17/03, incluirá uma série de eventos piloto com testes rápidos para COVID-19, além de um hub central de informações para clubes que compartilharão recomendações de higiene e regulamentos vigentes. Os estabelecimentos deverão registrar o número de visitantes, a fim de adaptar os regulamentos em evolução e compreender melhor a “situação econômica” da vida noturna de Berlim. Espera-se também que aplicativos inteligentes, projetos de pesquisa e uma campanha de informação sejam implementados em toda a cidade.

O primeiro evento piloto acontecereu no dia 20 de março, com 1000 convidados assistindo a uma apresentação da Berliner Philharmoniker. Os participantes terão de testar negativo para COVID-19 um dia antes do evento. Em outro lugar, Säälchen, junto da Comissão de Clubs, fará um concerto na semana seguinte. Um teste rápido COVID-19 e ingresso estão disponíveis para compra por € 20, e máscaras cirúrgicas devem ser usadas dentro do local.

Pamela Schobeß, a presidente da Comissão do Clubs, chamou o projeto-piloto de “um pequeno, mas importante passo para ser capaz de criar uma perspectiva para toda a indústria novamente após um ano“.

Em janeiro, Schobeß disse à agência de notícias alemã Deutsche Presse-Agentur que está prevendo um período de dois anos antes que os clubes em Berlim possam continuar a programação normal. Ela acrescentou que os estabelecimentos de entretenimento noturno da cidade foram “os primeiros a serem fechados e os últimos a ter permissão para reabrir“, e o relançamento da economia de clubs “não pode ir de zero a cem” sem o apoio contínuo dos governos federal e estadual.

Em Junho passado, o governo alemão anunciou que havia comprometido € 150 milhões para a indústria de música ao vivo do país como parte de planos mais amplos para impulsionar a economia em meio à pandemia. O novo esquema do governo alemão intitulado Neustart Kultur, que se traduz para “Reiniciar a Cultura”, terá os fundos injetados na música ao vivo e na indústria de eventos do país como parte dos planos do governo de € 1 bilhão para reconstruir negócios culturais e de entretenimento.

Leia também: Todas as dicas para quem quer acampar em um festival

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

DJ, produtor musical e estudante de publicidade, seu objetivo de vida é emocionar as pessoas e fazer com que elas sintam lá no fundo algo confortante. Seja tocando em festas, produzindo suas próprias tracks ou escrevendo textos, acredita que a música eletrônica tem o potencial único de unir pessoas e trazer bons momentos e experiências inesquecíveis.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome