Carnaval vem de dentro! Bloco Casa Comigo lança websérie, música e videoclipe

bloco casa comigo

Os blocos de rua, trios e escolas de samba não vão poder desfilar neste mês de Carnaval por conta da pandemia, mas os foliões e apaixonados pela data garantem que é possível curtir do mesmo jeito, com a responsabilidade que o momento exige. É o caso do Bloco Casa Comigo, um dos mais tradicionais do Carnaval de rua de São Paulo, que criou o projeto ‘CARNAVAL VEM DE DENTRO’ para inspirar as pessoas para um Carnaval consciente, sem aglomeração. Com lançamento a partir desta quinta, dia 4, o projeto possui uma websérie de 3 episódios, que promete acolher todo folião carente de Carnaval, além de uma música e de um videoclipe inéditos, que embala todo conceito do projeto.

“O Casa Comigo acredita que o Carnaval vem para reconstruir afetos, para encantar novamente as pessoas, para trazer de volta a alegria. Isso porque acreditamos que o Carnaval é um sentimento, um estado de espírito, que aflora em qualquer canto, mesmo que seja em casa”, afirma Raul Silêncio, um dos fundadores do bloco Casa Comigo. “Vamos fazer uma campanha de conscientização, uma frente por um carnaval responsável, com a mensagem de que esse ano precisamos cumprir nosso dever como cidadão de segurar a onda e não sair às ruas. Mas isso não quer dizer que não podemos curtir o Carnaval. Porque o carnaval está dentro de todo brasileiro, e pode ser curtido onde estivermos”, completa Fernanda Toth, também fundadora do bloco Casa Comigo.

‘De Onde Vem?’

A websérie ‘De Onde Vem?’ mostra de forma bem humorada como três amigos apaixonados por Carnaval estão lidando com a quarentena – cada um à sua maneira – e como vão passar a data neste ano. No elenco estão Marco Gonçalves (Lady Night), Priscilla Castello Branco (Salve-se Quem Puder; Deus Salve o Rei), Thiago Albanese (Pandêmicos) e Sarah Roston (cantora das trilhas de Vis a Vis, el Oasis; Todxs Nós). “Minha personagem é o lado mais irresponsável (e humano) que mora dentro de cada um de nós! Aquela que passou o ano todo esperando essa data, jogou as expectativas pro término da pandemia até o Carnaval e não aconteceu. Ela vive uma exaustão coletiva, com pensamentos que passam pela cabeça de todos nós uma hora ou outra, mas é numa dessas que o vírus acaba se espalhando”, revela Priscilla.

Um episódio por dia vai ao ar nas redes sociais do bloco Casa Comigo (IGTV), a partir de hoje (quinta) até sábado (dia 6), sempre às 19h. “O Casa Comigo está fazendo algo muito importante. Quando um grande bloco se torna uma voz que convida as pessoas a refletirem e não aglomerarem, esperarem esse perigoso momento passar, vemos a consciência social que as grandes instituições teriam de ter. Não temos tido um poder público que ajude, por isso que bom ver a sociedade civil assumindo a responsa e dando o recado: “segura o tchan pessoal, quando der a gente solta o grito nas ruas de novo””, comenta Marco Gonçalves.

Sinopse: Em meio às infinitas incertezas que abrem o ano de 2021, está a celebração mais amada pelos brasileiros: o Carnaval. Três amigos, pertencentes ao bloco Casa Comigo, tentam lidar com o veredito do adiamento da festa, enquanto permanecem quarentenados. Marcão (Marco Gonçalves) chora suas mágoas às plantas, Sarah (Sarah Roston) lida com a frustração de não conseguir tocar um instrumento, e Pri (Priscila Castello Branco) tenta dar uma fugidinha básica. No auge do desespero, porém, são surpreendidos por Aurora (Thiago Albanese), uma entidade mágica e irreverente, que os relembra do que o Carnaval realmente é feito. Série escrita e dirigida por Thaís Orchi Abdala. Argumento de Alexandre Paes Leme. 

bloco casa comigo

“Vem de Dentro (Quando o Carnaval Chegar)”

A música ‘Quando o Carnaval Chegar’, de Chico Buarque, se encaixou perfeitamente no conceito do projeto e ganhou uma nova versão pelo Bloco Casa Comigo. Recebeu o nome de “Vem de Dentro (Quando o Carnaval Chegar)”. Com novos versos, com a mensagem do bloco, que se somaram aos da versão original, a música ficou ainda mais potente para esse momento. A canção ganhou também um videoclipe, que conta com a participação de outros grandes blocos de rua de todo o Brasil. “Vem de Dentro (Quando o Carnaval Chegar)” fica disponível em todas as plataformas digitais no dia 05 (sexta) e o videoclipe será lançado no dia 08 (terça).

Sobre o Bloco Casa Comigo

O Bloco Casa Comigo foi fundado em 2013 por amigos de outros carnavais: músicos, designers, produtores culturais e publicitários, com a proposta de fazer uma folia genuína, aberta e democrática. Os fundadores compuseram uma marchinha e foram para a rua, sem cordas nem abadás, distribuindo amor e propondo uma nova relação dos cidadãos com o espaço público. O nome é uma brincadeira com vários fundos de verdade: é o bloco pedindo a cidade em casamento, é a união da folia com o amor e também é um pedido de casamento entre as pessoas, entre os foliões. Em pouco tempo, o bloco tornou-se um dos grandes protagonistas da retomada do Carnaval da cidade, mudando da pacata Vila Beatriz, onde a maioria dos fundadores moram, para um palco bem maior, a Av. Faria Lima. E quanto mais gente o bloco recebia, mais potente ficava seu discurso. Todo ano o Casa Comigo cria um novo tema para seu desfile, faz um manifesto e compõe uma música de trabalho. Através dessas iniciativas, levantou bandeiras e lutou pelos valores em que acredita. Em 2017, foi para as ruas com o tema e com a marchinha “Amores Livres, Carnaval Livre”, celebrando a ideia de que todas as formas de amor são possíveis e combatendo a homofobia e o machismo. Em 2018, a temática foi “Hater Eu Te Amo” e a música composta foi um funk bem carnavalizado que criticava o discurso de ódio que assolava o país.

Para executar na rua e nas festas, as músicas de composição própria e as outras que fazem parte do repertório, o Casa Comigo tem uma banda e uma bateria, que ensaia praticamente o ano todo em sua oficina. São cerca de 60 ritmistas tocando marchinhas, sambas, Jorge Ben, Beyoncé, Jackson do Pandeiro, Steve Wonder, forró, Tim Maia, Caetano e até indie rock, como Dog Days Are Over, da Florence and The Machine, que leva a galera ao delírio ao encerrar os desfiles. O bloco também já compôs com alguns parceiros: em 2019, a faixa de trabalho foi composta em parceria com um grande ícone da música paulistana: os Demônios da Garoa. Exaltando o amor de São Paulo pelo carnaval, o grupo também participou do desfile do Casa Comigo, tocando a música criada em conjunto e outros sucessos. SP <3 Carnaval foi o tema daquele desfile. Em 2020, a cantora Pablo Vittar escolheu o Casa Comigo para fazer a versão carnavalesca de seu sucesso “Amor de Que”.

Leia também: Primeiro Ministro da Espanha afirma que não abrirá para turistas até o fim do verão europeu

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Tem duas paixões na vida: viagem e música. Com mais de 30 países na bagagem e muitas histórias em festivais, escolheu os cinco dias acampada na lama do Glastonbury e a mágica de trabalhar no Tomorrowland Bélgica como as experiências mais incríveis que já teve.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome