Carola estreia no programa Femme House Radio, na Diplo’s Revolution!

Carola Femme House
Foto: Divulgação

Crescendo cada vez mais internacionalmente, Carola foi a convidada do episódio #63 do Femme House Radio, programa da DJ e produtora e ativista LP Giobbi, na rádio Diplo’s Revolution. Durante pouco mais de 50 minutos, a artista gaúcha apresentou um set pra lá de especial intercalado com uma entrevista.

Em sua seleção musical, a DJ brasileira tocou algumas faixas próprias, como “The Beat Drops” com Bart B More e “Luchadora” — além de sons ainda não lançados —, e sons de Joel Corry, Walker & Royce e Wolfgang Gartner, entre outros artistas. Durante seis minutos de papo, Carola contou a história de como começou na música eletrônica:

Nasci em Porto Alegre, em 1992, e sempre amei música. Minha família ouvia muita coisa boa, e cresci ouvindo artistas como U2, Cássia Eller e Ana Carolina, e quando eu tinha 13 anos, fiz parte de um grupo de pagode. […] Um dia, um primo veio à minha casa depois de um fim de semana e disse que foi a uma festa que tinha tudo a ver comigo, e que eu ia amar. […] Eu tinha 14 anos quando fui à minha primeira rave, e me apaixonei por essa cena“. 

Depois disso, comecei a trabalhar como promoter, vendia ingressos e levava as pessoas de ônibus, porque essas festas acontecem muito longe da região central da cidade. Passei uns três anos fazendo isso e aí decidi ser DJ, porque eu amo música e queria me expressar através dela“, seguiu.

Quando eu comecei, era muito ruim. As pessoas me falavam que eu tinha que arranjar um emprego de verdade, que não ia funcionar, mas eu sabia que tinha nascido pra isso. Em dois anos, eu só tinha três festas para tocar. Aí eu conheci um cara que tinha uma empresa que fazia festas no Sul do Brasil, e eu disse que queria muito tocar nas festas dele. Ele me falou: ‘Trabalhe para mim e eu vou te dar um espaço na festa’. E aí eu trabalhei para eles por três meses, eles nem me pagaram […], e isso foi a melhor coisa que me aconteceu, porque mudou minha vida“, contou a artista.

Na sequência, Carola revelou que a Só Track Boa São Paulo, em abril deste ano, foi a maior gig de sua carreira até hoje, e respondeu qual conselho daria à versão mais jovem de si mesma: “Continue fazendo o seu melhor e acredite em você, porque as coisas vão acontecer. Talvez demore dez anos, mas vão acontecer“.

No dia 28 de Julho, quinta-feira, Carola se apresenta no Ushuaïa Ibiza, ao lado de NUZB, ACRAZE, Citadelle e Martin Garrix, na residência de sua label STMPD RCRDS.

Criado em 2021, o Femme House Radio é uma extensão da plataforma educacional Femme House, criada por Giobbi para promover e ensinar produção musical a mulheres, a fim de combater a falta de representatividade e equidade na música eletrônica.

O programa faz parte da programação da Diplo’s Revolution — rádio de Diplo que é operada e transmitida pela Sirius XM Radio —, e vai ao ar todas as sextas-feiras, às 18h no horário local (22h no horário de Brasília), com transmissão nos Estados Unidos e Canadá. Anabel Englund, SOFI TUKKER, Elohim e Sam Divine são algumas das atrações que já haviam participado previamente.

O episódio #63 do Femme House Radio foi ao ar no dia 10 Junho, e upado no SoundCloud para o mundo todo.

Leia também: Carola e KVSH lançam “Welcome To The Future” pela STMPD e Tomorrowland Music

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas, clique aqui!
- Confira nossos grupos exclusivos de WhatsApp aqui!

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

DJ, produtor musical e graduado em Comunicação Social pela ESPM SP, seu objetivo de vida é emocionar as pessoas e fazer com que elas sintam lá no fundo algo confortante. Seja tocando em festas, produzindo suas próprias tracks ou escrevendo textos, acredita que a música eletrônica tem o potencial único de unir pessoas e trazer bons momentos e experiências inesquecíveis.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome