Como foi a experiência de curtir o Ultra Music Festival 2018 em Miami

Ultra Virginia Key

No ultimo final de semana (dias 23, 24 e 25 de março) aconteceu o Ultra Music Festival 2018 em Miami, FL em uma edição comemorativa de 20 anos. Se você já segue a gente no instagram (se ainda não, não perde tempo – @wegoout pode acompanhar um pouquinho de tudo que vivemos por lá através do stories. Confira agora com mais detalhes nossa experiência:

A Chegada

Escolhi ficar em South Beach por ser uma região que permite combinar bem a praia e o festival em si, sendo de fácil acesso aos dois. Para chegar até o Ultra usei o Lyft e as corridas levaram em média 20 minutos. No primeiro dia, sexta-feira, o festival começa mais tarde (16h), sendo um dia mais curto e corrido. Nesse dia pegamos bastante trânsito e filas na entrada, o que já é comum historicamente no Ultra. Nos outros dois dias (sábado e domingo), os portões se abriram ao meio dia e tanto a ida como o processo de entrada estavam bem mais rápidos e tranquilos.

Estrutura

Uma coisa que particularmente me chamou a atenção, mesmo já sabendo, é que de fato o festival acontece no centro de Miami, rodeado de prédios e da vida urbana. E ainda assim o Ultra consegue entregar toda estrutura e segurança necessárias. Este ano o festival contou com 7 palcos (Main Stage, MegaStructure, Live Stage, Worldwide, Arcadia, The Arrival e Oasis) com diferentes performances para agradar a todos.

Ultra Music Festival 2018 em MiamiUltra Music Festival 2018 em MiamiUltra Music Festival 2018 em MiamiUltra Music Festival 2018 em Miami

Os palcos são bem divididos dentro do Bayfront Park, casa do festival, de forma que não houve conflito de som entre eles e a locomoção aconteça de forma rápida e fácil. Para ir de uma ponta a outra o tempo médio era de 10 a 15 minutos, ou seja, não se perdia muito tempo com isso. No caminho era sempre possível encontrar bares, lanchonetes e banheiros em números suficientes, um ponto muito positivo para o Ultra, visto que todas as vezes que precisei utilizar algum destes três não demorou muito. As opções de alimentação eram amplas e diversas (desde hamburger com batata frita até comida vegana) e gostei das que pude provar. Os bares eram grandes e contavam com várias pessoas para auxiliar.

Indo contra à tendência de vários festivais em ser cashless, as formas de pagamento disponíveis eram dinheiro e cartão, apenas. No entanto isso não foi um problema e não gerou demora no atendimento. O festival também contou vários caixas eletrônicos espalhados para quem precisasse. Dois outros fatos positivos foram área com cobertura Wi-Fi e estações de abastecimento de água gratuitos. Em relação ao Wi-Fi eu acabei não utilizando e não posso opinar, e em relação a água por vezes era necessário esperar um pouco mais, visto a alta procura, mas ainda assim era um tempo aceitável (até 10-15min).

Atrações

O festival contou com um line up de peso e desde o começo vinha prometendo surpresas e atrações exclusivas. As surpresas ficaram por conta de Above and Beyond fechando o último dia na MegaStructure (assinada pelo ASOT), o retorno do Swedish House Mafia (confira aqui) e um show especial do The Chainsmokers. Sem dúvidas o retorno SHM marcou a história do festival e emocionou todos que estavam ali presentes ao vermos Axwell, Igrosso e Steve tocando junto novamente. Um momento que me arrepia ao ser lembrado.

No sábado, a noite foi encerrada por The Chainsmokers, que divide o título de melhor apresentação juntamente com o SHM. O duo fez um show diferente do que se estamos acostumados a ver em festivais, com varias musicas tocadas e cantadas ao vivo, além de terem recebido Halsey para cantar Closer com Drake. Totalmente inesperada a forma como tudo foi apresentado e uma produção de primeira!

Tiesto, Hardwell, Armin e Guetta fecham a lista de melhores sets do festival, todos trazendo novas músicas e entregando uma apresentação consistente e de qualidade. Confira os sets já disponibilizados!

Volta pra casa (ou afterparty?)

O festival acontece juntamente com a Miami Music Week, uma semana dedicada a música eletrônica com festas assinadas por grandes DJs todos os dias. Por ser no centro da cidade o horário de encerramento do Ultra é restrito à meia-noite, o que para nós brasileiros é só o começo da balada. Assim, é possível aproveitar ainda mais a passagem pela cidade e curtir outras festas. Mas, no meu caso, o foco esse ano foi o festival, então acabei não indo para nenhuma afterparty.

Todo mundo sabe que no final de eventos com muitas pessoas é sempre difícil voltar para casa (ou seguir para a próxima festa), mas até nisso a experiência não foi das piores. Tanto o Lyft quanto o Uber definiram pick-up points, onde as pessoas poderiam andar até lá e então solicitar um carro, o que evitava a aglomeração perto do área do festival e facilitava a saída do motorista quando a corrida começasse. Optei pelo Lyft por oferecer menos oscilação em relação as tarifas dinâmicas e consegui chegar em casa relativamente rápido nos três dias. O dia mais complicado foi de fato na sexta, mas no geral sem maiores problemas. O metrô também fica aberto até mais tarde especialmente para o Ultra, mas o custo benefício dos aplicativos é alto, principalmente se você está com mais amigos.

Ultra Music Festival 2018 em Miami

A experiência

O Ultra Music Festival em Miami é um festival que sempre figura entre os melhores do ano e vinha prometendo muito para essa edição de 20 anos. No geral, o festival me entregou uma experiência incrível e memorável. Apesar do primeiro dia mais conturbado, nos outros dias as coisas tomaram forma e me permitiram aproveitar ao máximo. Não posso negar que esperava maiores surpresas, como um set exclusivo do Daft Punk, e senti falta de algo de fato especial na sexta, mas a organização foi condizente com o que prometeu e ainda pude viver um dos momentos mais esperados da história da EDM, a volta do SHM.

Ultra Music Festival 2018 em Miami

De fato a experiencia em si é bem diferente do Ultra Europe e do Tomorrowland Bélgica, outros festivais do mesmo porte que já fui e posso comparar, e por isso considero o Ultra Miami um MUST se você é fã de festivais ou de EDM. Em breve vou contar aqui como você também pode ser parte disso e melhor, quanto custa para viver essa experiência. Não deixe de acompanhar!

Leia Também

✨ CONFIRA MAIS! ✨

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre as festas e festivais, ou para dúvidas sobre o Tomorrowland, clique aqui!

- Participe dos nossos grupos exclusivos de whatsapp de Festas de Réveillon , Universo Paralello, Tomorrowland e mais! Veja todos os nossos grupos aqui: We Go Out Together

- Participe do nosso grupo do Telegram neste link!

- Siga, colabore e curta nossas playlists do Spotify neste link!

– Para ter acesso a mais dicas sobre festas e festivais de música siga nossos perfis no Instagram @wegoout e @bruejode e curta também nosso canal no Youtube mimi

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here