Como foi o Festival DGTL 2016 em Barcelona

Barcelona é palco de vários festivais famosos durante o verão. Em junho tem o Primavera Sound e o Sónar, fazendo a cidade ficar cheia de pessoas descoladas e festas por toda parte. Mas um festival que rolou nesse último final de semana nos chamou bastante a atenção e não pudemos ficar de fora. O Festival DGTL 2016 em Barcelona é um evento holandês que acontece em Amsterdam em março.
.
Além disso, também organizam 3 festas do festival em outubro durante o ADE (Amsterdam Dance Event). Desde o ano passado incluíram na agenda a edição em Barcelona, que está fazendo bastante sucesso.
.
Nesse ano rolou nos dias 12 e 13 de agosto e o line-up foi composto pelos principais DJs de techno do momento como Maceo Plex, Dixon, Nina Kraviz, Marcel Dettmann, Hot Since 82, além de 2 back to backs bem interessantes, com Jamie Jones b2b Joseph Capriati e Âme b2b RODHAD.
.
Fomos no segundo dia do evento e saímos com uma ótima impressão! O lugar é o mesmo onde rola o Primavera Sound, Parc del Fórum, mas adaptado ao tamanho de acordo com a quantidade de pessoas, bem próximo a praia e da estação de metrô El Moresme Fórum.
Festival DGTL 2016 em Barcelona. 
Eram 4 palcos próximos um do outro, o que ajudava na circulação e para transitar de pista em pista. O DIGITAL, palco principal, tinha uma cobertura que dava um ar de club, com uma boa estrutura de luzes e telões. O acesso à frente da pista era fácil pois não estava tão lotado, o que é ótimo para quem quer ver o DJ tocando de perto!
Festival DGTL 2016 em Barcelona
.
O palco STEREO, mesmo sendo o palco 2, tinha porte de palco principal, com um espaço bem grande logo quando entra no evento e a vista para o pôr do sol dava um toque especial. 
Festival DGTL 2016 em Barcelona
.
O AUDIO era o que tinha o som mais house, para quem queria fugir um pouco do techno pesado. Ficava em uma inclinação, o que ajudava bastante na vista para o palco, que tinha, na nossa opinião, a melhor estrutura de telões.
Festival DGTL 2016 em Barcelona
.
O quarto e menor palco era o PHONO, mais próximo da praia e embaixo de um painel solar enorme. Era um lugar super agradável para curtir música e dar uma relaxada com uma bela vista.
Festival DGTL 2016 em Barcelona
.
O ingresso para o festival custava EUR 37,50 para cada dia ou EUR 69,50 o pacote para os dois dias. O preço das bebidas estava dentro do esperado, parecido com a maioria das baladas da cidade. EUR 5 a cerveja, EUR 4 o shot e EUR 8,50 o drink de vodca com energético. Além disso precisava pagar EUR 2 pelo copo, que deveria ser reaproveitado durante toda a festa e depois podia ser ressarcido.
.
Existiam várias barraquinhas de comida que iam de hambúrguer a comida vegana, tudo entre EUR 10 a 20. Lojinhas de roupas descoladas davam uma tentação para gastar, mas a música logo nos fazia lembrar para que estavamos alí! =)
Festival DGTL 2016 em Barcelona
 . 
O evento começava as 3 da tarde, mas a partir das 6 é que o local foi enchendo. Os DJs mais aguardados foram tocando e a música terminou as 3 da manhã em ponto com a galera super animada, ninguém queria ir embora! Tanto que a maioria estava saindo de lá e perguntando onde poderiam encontrar outra festa. Mas os clubs da cidade ficam abertos normalmente até as 6h, então o tempo até achar outra festa era curto! A Sala Apolo inclusive oferecia um ônibus gratuito da porta do evento até a balada para quem quisesse curtir o afterparty por lá.
.
Nossa conclusão é que o festival mostrou que estava super preparado para atender os amantes de música eletrônica e proporcionar 2 dias de muita festa. Os que foram pareceram satisfeitos com o que viveram e nós aproveitamos e curtimos muito. Nâo é um festival para todos os gostos, tem um line-up super nichado, mas para quem gosta do estilo de música, é um prato cheio para ver os melhores DJs de perto e dançar muito com uma vista incrível que Barcelona oferece.
Festival DGTL 2016 em Barcelona
.

Leia Também:

DGTL Barcelona 2018 já tem data e local confirmados

Administradora paranaense, morou alguns anos em São Paulo e adora as várias opções de festas e eventos que a cidade oferece. É viciada em festivais, não tem medo de encarar um sozinha! Já passou por mais de 15 fora do Brasil, como Creamfields (UK), SXSW (Austin), Coachella (CA), Ultra (Miami e Croácia) e Mysteryland (NL). Divide suas paixões musicais entre techno e indie rock!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here