Como foi o Lollapalooza BR 2016

shows do Lollapalooza Brasil
Apesar de toda essa deprê-pós-Lolla que a segunda-feira está nos proporcionando, estamos aqui para contar para vocês tudo que nós vimos no Lollapalooza BR 2016!
.
Decidimos, como nos outros anos, ir de trem. Apesar do vagão ficar bem lotado, o trajeto até lá pela linha Esmeralda é tranquilo. Saindo da estação Autódromo tem muita sinalização de como chegar na entrada e é impossível se perder com tanta gente indo para o mesmo lugar.
.
Chegamos por volta das 15h e, como não houve revista (quase não olharam dentro das bolsas, não conferiram se o ingresso precisava ou não de comprovação de meia entrada), não havia fila para entrar!
.
Antes de irmos para os palcos paramos para as primeiras fotos! Os pôsteres que desde o ano passado cobrem os tapumes já estão ali na entrada bem convidativos, e muita gente já vai ficando por ali para poder recordar depois cada pedacinho de como foi chegar lá.
.
Lollapalooza BR 2016. 
Logo depois disso demos de cara com o Palco AXE, que tinha uma ativação bem legal onde você podia se jogar das alturas em um colchão enorme de ar! Passamos por ali e fugimos dos primeiros caixas, já que as filas estavam maiores, e fomos para a frente do Palco SKOL. Por lá paramos para comprar Lolla Mangos: a fila para comprar com cartão de credito demorou 10 minutos, para quem ia comprar com dinheiro não havia fila nenhuma! Nisso começou Bad Religion e ficamos um tempo por ali assistindo o show.
. 
Lollapalooza BR 2016 
Saímos antes do fim para o primeiro show no Palco ONIX porque queríamos MUITO ver Of Monsters and Men. Ficamos mais para cima no início, mas o pessoal não estava tão animado. Resolvemos descer e pegamos um local ótimo, do lado esquerdo, pertinho do palco. Dava para sentir a vibe da galera, todo mundo pulando e cantando praticamente todas as músicas! O show foi muuuuito bom, o som de onde estávamos estava perfeito e deu para aproveitar demais, mas há quem diga que do lado direito do palco o som não chegava tão bem. A Nanna e o Raggi animaram muito o público com muitos sucessos como Mountain Sound, Crystals e Little Talks, garantindo a energia do final do show!
. 
Quando acabou OMAM fomos novamente para o Palco SKOL pegar um pedaço do show do Tame Impala (que teve seu final sacrificado já que para nós a atração principal do dia seria Mumford and Sons)
.
Voltamos para encontrar nossos amigos e vimos um show que vai ficar na memória! Foi LINDO! O som novamente do lado esquerdo estava perfeito, tínhamos uma ótima visão do palco e estávamos lá, com milhares de pessoas cantando cada música! Todo mundo emocionado com os celulares ligados em Believe, pulando e cantando com sucessos como Little Lion Man e I Will Wait. Para nós foi o melhor show disparado do festival!
. 
Saímos de lá, vimos um pouco de Eminem cantando e empolgando outras milhares de pessoas. O Palco SKOL estava lotado e muita gente que foi só para vê-lo não se decepcionou. Saímos de lá para ver Marina and the Diamonds, que tocou suas músicas mais famosas no meio da apresentação, como How to be a Heartbreaker e Primadonna. Saímos um pouquinho antes do final do show para evitar aqueeeela muvuca de fim de festival e foi bem tranquilo pegar o trem e voltar para a casa (na verdade ainda fomos para a Augusta e curtimos uma balada no Beco 203 até as 03h da manhã! Por que não, né gente??)
.
No domingo, fomos mais cedo pro Lollapalooza para pegar o show do Walk the Moon! Apesar de não ter taaanta gente, os caras empolgaram muito quem estava lá! Emendaram uma sequência das 4 músicas mais famosas no final do show, terminando com Shut up and Dance e Anna sun!
.  
Saímos de lá para o Palco SKOL ver o começo de Twenty One Pilots e já voltamos para garantir nosso lugarzinho de sempre para ver Alabama Shakes. Gente, o que é a voz da Brittany Howards!?!?! Fez uma apresentação impecável, com todo mundo cantando junto!
.
Lollapalooza BR 2016 
 
Fim de show e fomos conhecer o Palco Trident, um pouco mais afastado, e estava tocando Gramatik! Paramos para comer no Chef Stage (20 reais por um strogonoff do chef que comanda o Hells Kitchen Brasil, o Carlos Bertolazzi, e ó, estava bom viu!) e fomos para o Palco principal ver o show do Noel Gallagher’s High Flying BIrds. De início, nem estávamos muito empolgadas, mas ele proporcionou momentos nostálgicos com uma multidão cantando em coro as músicas antigas do Oasis como Champagne Supernova, Wonderwall e finalizando com Don’t Look Back in Anger!
.
Voltamos para o Palco ONIX ver Jack Ü! Diplo e Skrillex não paravam em cima do palco! Enquanto um estava comandando a música, o outro estava pulando, cantando ou dançando sem parar durante o show inteiro. Com muitos efeitos técnicos, como chuva de papel picado, fumaça e fogos de artificio, fizeram um show super animado, seguidos por uma legião de EDM-Lovers que curtiam cada segundo. Levaram a galera ao delírio com remix de Wesley Safadão, Baile de Favela e com a participação especial do MC Bin Laden, cantando Tá Tranquilo, Tá Favorável no palco! E fecharam com (agora-não-é-mais-vergonhoso-gostar-de) Justin Bieber, tocando o famoso remix de Where Are Ü Now.
.
Lollapalooza BR 2016 
Depois de termos comemorado muito que não tinha chovido no festival, começou uma garoa chata um pouquinho antes do show da Florence and the Machine, mas que não afastou as pessoas, que aguardavam ansiosas e cantaram em alto e bom som os hits Ship to Wreck e Shake it Out. Sabíamos alí que tínhamos uma decisão importante a tomar: aguardar por Dog Days Are Over e encarar a multidão do fim do festival ou infelizmente deixar o palco mais cedo. Como já havíamos visto o show dela no Rock in Rio, decidimos pela segunda opção!
.
Assim acabou um dos melhores finais de semana do ano! Ao longo do tempo o Lolla vem se provando como um festival cada vez melhor. Mais organizado, com atrações de variados estilos, ativações legais das marcas patrocinadoras, espaços de chill out, comidinhas boas no chef stage (para fugir da batata frita e hot dog), mais banheiros e bares. VALEU MUITO A PENA prestigiar a edição brasileira do festival! ATÉ 2017 Lollapalooza!

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Tem duas paixões na vida: viagem e música. Com mais de 30 países na bagagem e muitas histórias em festivais, escolheu os cinco dias acampada na lama do Glastonbury e a mágica de trabalhar no Tomorrowland Bélgica como as experiências mais incríveis que já teve.

Comente aqui:

Please enter your comment!
Please enter your name here