Connection: como foi a terceira e maior edição do festival em Curitiba

No dia 14 de dezembro, aconteceu a terceira edição da Connection em formato de festival em Curitiba e depois de ter vivido a experiência das duas anteriores, estávamos ansiosas para saber como o evento poderia se superar.

Tendo sido novamente escolhido como “casa” da Connection, o Expotrade Pinhais recebeu milhares de pessoas em um galpão gigantesco, que foi separado em duas pistas.

Connection Curitiba

A primeira e maior delas foi dominada pelo público desde o início, às 22h, quando os DJs Renan Mendes e Bruna Colasso aqueciam a galera. Na sequência foi a vez do DJ Fran Bortolossi (produtor de uma das festas mais descoladas do Rio Grande do Sul, a Colours) embalar a pista mesmo tocando com um dos braços imobilizados.

Connection Curitiba

Se o público ainda não estava extasiado, foi na hora em que a DJ Barja entrou no palco que a adrenalina subiu até teto do Expotrade. Com seu vocal forte e com muita personalidade ao cantar, Barja não se limitou a tocar seu set, ela deu um show a parte! Com emoção, dançou em cima da cabine de som e teve sua performance acompanhada de gritos, palmas e muita energia do público.

“Uma das melhores gigs da minha vida, a energia do Paraná e em especial Curitiba é diferente. Respiram música eletrônica, acompanham e vão pela música. Amei estar rodeada desse mar de gente, a festa estava incrível com um line redondo, som, estrutura mas o que fez a festa ser maravilhosa de verdade foi a energia das pessoas. Connection mesmo”, nos contou Barja após a apresentação.

Connection Curitiba

Depois desse auge de emoções, coube ao DJ Volkoder manter a animação e seu tech house dançante fez com que todos se preparassem para as grandes apresentações que estavam por vir. Sirus Hood e Loulou Players pareciam se sentir em casa dentro da cabine, trocando abraços, sorrisos, selfies e, é claro, ótimas tracks e mixagens. Tanto em suas performances individuais quanto no b2b podemos dizer que transformaram a Connection em um baile onde a regra era não ficar parado.

Em paralelo, a segunda pista era comandada por DJs escalados pela label Techno Perfect. Com um som mais reto e sério, as pessoas estavam imersas no melhor que o estilo musical underground podia oferecer. Grandes nomes da cena nacional honraram seus anos de experiência, como DJ Mau Mau, Anderson Noise e Renato Cohen. Nomes importantes do cenário eletrônico da cidade também mandaram muito bem, como VNS e Thariel, artista da Laguna Music.

Sobre a estrutura do festival, mais uma vez o serviço funcionou tranquilamente. Vimos mais caixas e bares espalhados pela pista, o que deixava o atendimento mais rápido e sem filas. Os banheiros eram bem equipados e limpos e o backstage tinha uma enorme estrutura pra curtir bem perto do DJ.

Connection Curitiba

Fechando com chave de ouro, a Connection em Curitiba mostrou que é possível realizar um festival indoor na cidade, com esturura adequada e som de qualidade, entregando uma experiência intensa em 14 horas de música.

Veja Também: Agenda de festas de Curitiba

Confira Mais:
– Tem dúvidas ou quer receber mais informações sobre os melhores festivais de música do mundo? Clique aqui!
– Para ter acesso a mais dicas sobre festas e festivais de música:
Siga nossos Instagrams @wegoout e @bruejode e Curta também nosso canal no Youtube!

✨ CONFIRA MAIS! ✨

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre as festas e festivais, ou para dúvidas sobre o Tomorrowland, clique aqui!

- Participe dos nossos grupos exclusivos de whatsapp de Festas de Réveillon , Universo Paralello, Tomorrowland e mais! Veja todos os nossos grupos aqui: We Go Out Together

- Participe do nosso grupo do Telegram neste link!

- Siga, colabore e curta nossas playlists do Spotify neste link!

– Para ter acesso a mais dicas sobre festas e festivais de música siga nossos perfis no Instagram @wegoout e @bruejode e curta também nosso canal no Youtube mimi

Administradora paranaense, morou alguns anos em São Paulo e adora as várias opções de festas e eventos que a cidade oferece. É viciada em festivais, não tem medo de encarar um sozinha! Já passou por mais de 15 fora do Brasil, como Creamfields (UK), SXSW (Austin), Coachella (CA), Ultra (Miami e Croácia) e Mysteryland (NL). Divide suas paixões musicais entre techno e indie rock!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here