Dicas de Festivais: Maximus Festival e a ambição de trazer o padrão europeu pro Brasil

O Maximus Festival é o mais novo festival de hard rock e heavy metal do Brasil. Mas também não é só isso. Ele é também um dos mais ambiciosos festivais do país, pois sua meta é se tornar tão grande quanto o Hellfest, que é nada mais nada menos que um dos maiores festivais de heavy metal do mundo e que ocorre há duas décadas na França. Quando eu e Gra ficamos sabendo da novidade, tínhamos certeza que iríamos conferir de perto essa estreia.
 
O festival acontece num espaço conhecido pra quem frequenta festivais no Brasil: o autódromo de Interlagos, em São Paulo, casa do Lollapalooza e do Electric Daisy Carnival Brasil, por exemplo. Os ingressos para a primeira edição ficaram entre R$ 210 (meia) e R$ 800 (VIP) e o festival aconteceu durante um dia inteiro, no feriado de 7 de setembro.
 
O Maximus já causou uma boa impressão logo na entrada, com uma decoração temática, bem inspirada na iconografia do heavy metal: muitos fogos, chamas e criaturas ocultas. Isso faz toda diferença pra criar um ambiente diferenciado de festival e dar identidade ao evento. A mesma cenografia se multiplicou pelas áreas de circulação do festival e no lounge VIP. A organização bolou um trono super diabólico pra que todo mundo pudesse tirar fotos. Eu e Gra namoramos ele o festival inteiro para tirarmos uma foto super soberana nele, mas ele fez tanto sucesso e a fila era tão grande que desistimos e preferimos acompanhar os shows. 
Apesar de querer ser tão grande quanto o Hellfest, o Maximus começou pequeno, o que achamos que foi uma decisão acertada. É melhor dar um passo de cada vez, não é mesmo? Para quem conhece o Lolla, dá para ter uma ideia do tamanho do Maximus: ele ocupou basicamente a área do palco AXE e do Chef Stage. Mesmo assim, não faltaram atrativos pro público se divertir. Além de três palcos, tinha exposição de fotos, um ônibus lotado de guitarras e baixos pra quem quisesse tocar, lojas vendendo roupas e acessórios, uma área com food trucks (com direito a hambúrguer exclusivo do chef Fogaça) e até um vidente fazendo previsões de tarô numa loja de artigos de Wicca.
O público dessa estreia foi bem equilibrado, desde gente mais nova, chegando na casa dos 20, até um pessoal mais adulto, na casa dos 30. Isso se deve, muito provavelmente, ao lineup, que juntou novas bandas da cena de metal e hard rock, como Halestorm e Bullet From My Valentine, com artistas mais experientes, como o Marilyn Manson, até um clássico absoluto e unânime, o Rammstein (que fez sem dúvida alguma o melhor e mais fantástico show do festival).
  
 
Entre os leitores do Festivalando, ficou muito claro que o festival se saiu muito bem na sua estreia. Apesar de uns detalhes pra se acertar aqui ou ali, todo mundo adorou e não vê a hora de chegar o próximo. Eu e Gra também saímos satisfeitas com essa experiência. Acho que há ainda uma certa sensação de alívio, pois nos últimos anos foram muitos os festivais de metal aqui no Brasil que prometeram demais e fracassaram feio, só entregando decepção e prejuízo para o público, muito em função da inexperiência dos produtores.
 
Com toda sua ambição, o Maximus Festival parece mesmo ter inaugurado uma nova e boa perspectiva para os festivais de rock no Brasil. A Gra, que viajou para a França para conhecer o Hellfest, acredita muito que ele está no caminho do festival francês. Além disso, o Maximus já chegou com detalhes que fazem toda diferença pro público e que a gente está mais acostumada a ver lá fora: pulseiras cashless, estações de carregamento de celular e palcos principais lado a lado, com shows alternados, garantindo que ninguém vai perder um show bom só porque tem outra banda tocando no mesmo horário em outro palco.
Dentro de algum tempo, a gente pode esperar mais que isso. O plano é transformar o festival em um evento de três dias. Muita gente sonha que aproveitem essa espichada do festival pra fazer dele um evento com camping, assim como o Hellfest, talvez até fora dos limites de São Paulo, num lugar que acomode bem um festival nesses moldes.
Se você quer conferir de perto a evolução desse festival que promete, anote na agenda: o Maximus Festival 2017 acontece no dia 20 de maio, em Interlagos. 
Texto por Festivalando: “As meninas do Festivalando viajam o mundo atrás de festivais. Já visitaram grandes festivais da Europa (Roskilde Festival, Sziget, Wacken Open Air), da América do Sul (Lollapalooza Chile, Estereo Picnic) e do Brasil (Rock in Rio, Electric Daisy Carnival Brasil). A “festivalada” mais recente delas foi em São Paulo, na estreia do Maximus Festival, e elas contam agora as impressões sobre esse festival que já nasceu prometendo bastante”

✨ CONFIRA MAIS! ✨

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre as festas e festivais, ou para dúvidas sobre o Tomorrowland, clique aqui!

- Participe dos nossos grupos exclusivos de whatsapp de Festas de Réveillon , Universo Paralello, Tomorrowland e mais! Veja todos os nossos grupos aqui: We Go Out Together

- Participe do nosso grupo do Telegram neste link!

- Siga, colabore e curta nossas playlists do Spotify neste link!

– Para ter acesso a mais dicas sobre festas e festivais de música siga nossos perfis no Instagram @wegoout e @bruejode e curta também nosso canal no Youtube mimi

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here