Disco time! Exequiel compartilha 5 remixes do estilo presentes em seu case

0
remixes da disco music

Essa matéria faz parte da coluna do MyConcerTv, uma plataforma que auxilia artistas a profissionalizarem seu trabalho, com consultoria de imagem e carreira.

Se você é um frequentador assíduo das pistas de dança, sejam elas undergrounds ou até mesmo as mais mainstreams, provavelmente dentro de você existe aquela curiosidade de ter acesso ao case de alguns DJs que você já presenciou, não é mesmo? Quem nunca ficou lá, no gargalo da cabine do artista, tentando ver de alguma forma aquela track maravilhosa que ecoava pelo ambiente do club?

remixes da disco music

Apesar de alguns DJs guardarem a sete chaves faixas que possuem em seu case, outros fazem questão de compartilhar a boa música com o público. Neste novo conteúdo Top 5 do We Go Out, quem participa é o argentino baseado em São Paulo, Exequiel. O artista vem fazendo sucesso tocando em diversas festas nas noites paulistanas, principalmente KATZ e EKO, projetos onde ele executa a direção artística e organizacional. Sua colaboração com a música eletrônica também se dá através do gerenciamento outros projetos como Gare e Akolonia, que são parte fundamental do presente e futuro de sua carreira.

No próximo dia 08, sábado, ele se apresenta no Orfeu Bar, dia 14 no D-EDGE em mais uma Freak Chic e em seguida no Caracol Bar, dia 19. A nosso convite, Exequiel listou 5 remixes da disco music que estão presentes no seu case, aumente o volume e prepare-se para dançar:

Between The Lines (The Black Madonna remix)

House com uma pegada bem clássica, bateria com percussão no fundo, baixo bem marcante com bastante variação de notas, um organo sequenciado e vocais picotados, uma faixa com um groove que faz qualquer pista se render ao seu ritmo.

Big Town Boy, Small Town Dreams (Jacques Renault Remix)

Essa já possui uma pegada mais 80’s, com um baixo meio acid sequenciado, uns pads melódicos no fundo, string reto, bateria com bastante pratos com reverb, além de um arpeggio bem agudo no final. Ideal para encaixar em momentos de transição do set para embalar o público.

First True Love Affair (Re-Tide Traxsource Exclusive Remix)

Esse som tem bastante influência da disco music. O protagonismo fica por conta das guitarras conversando com os vocais. A união do synth bass e o bassline com uma pegada mais analogico ficou ótima, a bateria trabalha hi-hats bem abertos e retos no contra do kick. Há também uma variação de snares.

Chris Massey, Mike Grubert, Severino – Castro Beat (Severino Remix)

Essa track é mais deep com ambiência meio ácida no fundo, ela utiliza uma bateria clássica kick clap e open hat com uma perc sequenciada bem no fundo. A melodia é bem marcante, assim como o vocal que aparece esporadicamente. Considero uma ótima música para fechar o set.

Marie Davidson – Work It (Soulwax Remix)

Eu adoro essa track lançada pela Ninja Tune, uma das minhas gravadoras preferidas. A música é super minimalista com poucas pistas, mas bem mixada com timbres analógicos e vivos. Também leva uma pegada mais ácida com bateria da 909 e synths industriais que acompanham os vocais engraçados e maliciosos.

Leia também: Melhores Bares e Baladas de São Paulo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here