Eli Iwasa representará o Brasil no BAUM Festival na Colômbia

Eli Iwasa

Já não é mais novidade que a paulistana Eli Iwasa deixou de ser “somente” uma das maiores DJs do Brasil para participar de alguns dos principais eventos do mundo. Suas duas turnês internacionais em 2018 – passando pelos principais clubs e festas de música eletrônica de Londres, Berlim, Barcelona e Amsterdam -, comprovam seu crescente sucesso internacional. Não à toa, ela foi convidada pela segunda vez para fazer parte do line up do DGTL São Paulo e agora embarca para o BAUM Festival, o principal festival de techno da Colômbia.

No dia 18 de maio de 2019, Eli tocará ao lado de expoentes mundiais como Jeff Mills, The Black Madonna, RØDHÅD, Pachanga Boys, Mat.Joe, Steffi e Virginia, nesta que será a maior edição do evento colombiano até então. O anúncio vem fortalecer ainda mais seu nome pela América do Sul, já que em março ela tocou no Zef Club, em Buenos Aires. “Recebo muitas mensagens de pessoas me perguntando quando vou tocar na Argentina e na Colômbia, e o ano começou com gigs confirmadas em Buenos Aires no Zef (onde passei meu aniversário!), e a tão desejada data em Bogotá no Baum Festival – um dos mais importantes do país – especialmente porque toco em uma pista com a curadoria da Nott, coletivo que promove o empoderamento feminino no país”, comenta Eli.

Sócia-fundadora de dois dos principais clubs do interior paulista, Club 88 e Caos – ambos com papel protagonista na cena de música eletrônica brasileira – Eli Iwasa é uma das artistas e profissionais mais completas do país, já que continua com a agenda de DJ cheia e com datas cada vez mais expressivas – tocando em grandes festivais pelo Brasil e pelo mundo, como Rock in Rio esse ano – enquanto reafirma seu papel empresarial relevante tanto para a Região Metropolitana de Campinas quanto para o país.   

Eli iwasa no BAUM Festival

Leia também: 7 sets incríveis do Rødhåd como aquecimento para seu show em Campinas

Tem duas paixões na vida: viagem e música. Com mais de 30 países na bagagem e muitas histórias em festivais, escolheu os cinco dias acampada na lama do Glastonbury e a mágica de trabalhar no Tomorrowland Bélgica como as experiências mais incríveis que já teve.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here