Inspiração para mulheres DJs: Ella De Vuono comenta convite para tocar no Rock in Rio

Ella De Vuono Rock In Rio

Dona de uma personalidade artística multifacetada, multicolorida, descolada e destemida, Ella De Vuono está em clima de celebração: vai tocar no Rock in Rio 2022, entre muitos grandes artistas consolidados do palco de música eletrônica. A conquista, almejada por muitos, não foi algo que veio do nada. Ella confiou em si, mandou seu material para o festival e mostra agora os frutos sendo colhidos. 

Essa conquista faz cair por terra algumas noções que o mercado impõe, a começar pela “ditadura dos números”, algo que coloca frequentemente (e erroneamente) o valor de um artista pelo seu alcance quantitativo ao invés do qualitativo, aprisionando muitos artistas em uma guerra sem fim pelo alcance nas redes sociais, muitas vezes em detrimento de seu próprio tempo para fazer o que todo artista gosta: criar. 

“Números não importam tanto quanto o mundo diz. Essa glorificação dos números torna mais difícil ver a galera se importando com o conceito artístico. O meu caso para entrar no Rock in Rio não foi contato, não foi politicagem, não foi agência, foi coragem”, comenta Ella. 

Ella possui em sua bagagem produções variadas na dance music, seja através do house classudo e melódico de “Kicking on the Floor“, das melodias elegantes sobre batidas quebradas de “The Dive” — co-produzida com Elisa Audi — ou do techno-protesto “A S S É D I O“, em colaboração com a influenciadora Jout Jout. Além disso, a paulista toca em algumas das principais pistas brasileiras levando ecletismo diante do público. 

“Uma ‘regra’ que o mercado da dance music impõe é que temos que tocar um gênero específico. Mas fui escolhida para estar exatamente no meio do line up, por conta da minha versatilidade, da intenção de fazer transições entre gêneros”, conta Ella, que também é A&R do selo Diversall, professora na escola de discotecagem AIMEC Campinas e residente da festa Carlos Capslock

Acostumada — mas nunca conformada — a ter seu trabalho questionado também por ser mulher, em uma indústria que é predominantemente permeada por homens e onde mulheres acabam precisando se provar constantemente, Ella de Vuono deixa seu recado: “Tem muita mulher com medo de se posicionar e ser boicotada, mas esse é também um dos motivos que me trouxeram força na escolha do Rock in Rio, para estar neste dia histórico. Não tenham medo!” 

Ella De Vuono está no Instagram, Soundcloud & Facebook.

Leia também: Papo de DJ e música eletrônica com mulheres, no mês delas

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas, clique aqui!
- Confira nossos grupos exclusivos de WhatsApp aqui!

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Tem duas paixões na vida: viagem e música. Com mais de 30 países na bagagem e muitas histórias em festivais, escolheu os cinco dias acampada na lama do Glastonbury e a mágica de trabalhar no Tomorrowland Bélgica como as experiências mais incríveis que já teve.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome