Entrevista com a dupla carioca Mumbaata

Estivemos no Rio Music Conference de 2017 e batemos um papo com o Lennox Hortale e Pedro Poyart, dupla por trás do projeto Mumbaata, que durante o evento, levou o VI Prêmio RMC de “Produtor Revelação” de 2016.
Os cariocas são experientes DJs e produtores que se apresentam em formato Live. Suas produções tem influências latino-africanas e melodias hipnóticas e profundas com foco na pista de dança. Suas músicas tem sido lançadas pelos selos: D-Edge (BRA), Dear Deer (UKR) Not For Us (BRA) Re:Sound (UK) e Tropical Beats (BRA). Já se apresentaram no D-Edge (SP) e nas festas cariocas Bootleg, Incomum e Noon. Nas apresentações, sequenciam ao vivo suas produções manipulando sintetizadores e bateria eletrônica.
Confira abaixo o video com a entrevista completa e o texto com as respostas da dupla:

 
Primeiro, vocês ganharam como produtores revelação no Prêmio RMC desse ano. Conta para a gente como foi a emoção e o que isso representa para vocês.
Pedro: Foi uma surpresa para a gente só de ser indicado e estar entre os nomes da galera que está fazendo sons novos, os novos talentos da música brasileira e eletrônica e ganhar foi excelente. Por fazermos um trabalho que a gente busca uma sonoridade diferente, foi uma surpresa a gente ser lembrado, porque nosso som não é padrão, não seguimos uma onda comum. Mas no final das contas pode ter sido isso que trouxe a gente até aqui. E receber o prêmio na frente de todos foi realmente emocionante.
Conta um pouco a história de vocês e do projeto, como vocês chegaram até o Mumbaata.
Lennox: A gente já se conhece há algum tempo, desde a época de rave, com o boom da música eletrônica que teve no Rio de Janeiro. Claro que teve a geração do house e Techno, mas a nossa foi mais em torno da rave mesmo, e não só de psy trance, e sim de muitos estilos, como house, Techno, drum’n’bass, rock, “bunker rave”, vamos dizer assim. Enfim, nos conhecemos nessa época, aí fui morar em São Paulo, e quando retornei para o Rio, encontrei o Pedro e vi que ele estava produzindo algumas coisas. Falei para marcarmos um dia para fazer um som. Nos encontramos e já saiu uma música boa de cara, aí marcamos outra, mais outra, e assim fizemos 10. Aí chegou a hora de batizar o “filho”. Fizemos uma pesquisa musical, com nossa referência africana, latina, e veio a ideia do nome Mumbaata, que é um nome próprio, não quer dizer nada em língua nenhuma, mas que traz uma memória afetiva que mexe com Afrika Bambaataa, que são referências nossas antigas.
E vocês lançaram o EP “Take Off” pelo selo D-Edge Records. Como foi?
Lennox: Isso, saíram duas músicas em parceria com o Leo Janeiro, que deu uma moral para a gente, produzimos juntos. E aí fizemos a festa de lançamento no club em São Paulo, e foi a estreia do Pedro por lá. E agora vamos tocar no D-edge Rio dia 28/02, terça-feira de carnaval, com Octave One e Agoria, dentro da programação do Rio Music Carnival.
Vocês fizeram essa parceria com o Leo Janeiro. O que vocês tem escutado e se inspirado de artistas brasileiros?
Lennox: Difícil, a gente escuta muito de tudo, jazz, rock, hip hop, tudo influencia muito a gente. Não gosto de citar o nome de um projeto específico porque posso estar deixando de falar do outro, acho injusto falar isso. Mas a gente tem muita influência da música negra em geral, seja eletrônica ou orgânica. Mas de artistas nacionais que eu curto, um projeto que me surpreendeu muito foi o Monobloq, a gente até mixou uma música dele, e vai sair um álbum só de remix do trabalho dele e nós teremos uma música lá: Hirta.
O que esperar de vocês agora para esse ano? Quais são os planos?
Pedro: Em 2017 temos que provar porque ganhamos esse prêmio RMC. Colocar o nosso live na rua, fazer o máximo que der, tentar ganhar o Brasil, quem sabe ir para fora e tentar espalhar nossa música por aí.
mumbaata
 
Para acompanhar o Mumbaata é só seguir a dupla nas redes sociais:

✨ CONFIRA MAIS! ✨

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre as festas e festivais, ou para dúvidas sobre o Tomorrowland, clique aqui!

- Participe dos nossos grupos exclusivos de whatsapp de Festas de Réveillon , Universo Paralello, Tomorrowland e mais! Veja todos os nossos grupos aqui: We Go Out Together

- Participe do nosso grupo do Telegram neste link!

- Siga, colabore e curta nossas playlists do Spotify neste link!

– Para ter acesso a mais dicas sobre festas e festivais de música siga nossos perfis no Instagram @wegoout e @bruejode e curta também nosso canal no Youtube mimi

Administradora paranaense, morou alguns anos em São Paulo e adora as várias opções de festas e eventos que a cidade oferece. É viciada em festivais, não tem medo de encarar um sozinha! Já passou por mais de 15 fora do Brasil, como Creamfields (UK), SXSW (Austin), Coachella (CA), Ultra (Miami e Croácia) e Mysteryland (NL). Divide suas paixões musicais entre techno e indie rock!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here