Entrevista com a dupla gaúcha Drunky Daniels

Fomos até a casa do Radiola, a gravadora curitibana idealizada pelos DJs Haustuff e Albuquerque, para conversar com a Grazi Largura e o Vini Ferreira, que são o casal por trás do nome Drunky Daniels, e conhecer um pouco mais das suas carreiras musicais e dos projetos da dupla. Eles se conheceram há seis anos e estão focados no projeto nos últimos quatro. Mas antes disso, cada um já tinha seu lado artístico bem desenvolvido, e essa união fez com que refinassem seus sons, encontrassem um equilíbrio musical e aprimorassem a forma de trabalhar juntos.
.  
O Vini, original de Erechim, sempre teve contato com a música pelos familiares, que eram famosos na região por criar hits gaudérios. Crescendo nesse meio, seu interesse pela música foi natural. Criava playlists para festinhas de 15 anos quando tinha apenas 12 e se espelhava no som que sua irmã, sete anos mais velha, costumava ouvir. Com 17 já estava envolvido com a produção musical de diversos estilos como rap e reggaeton. Conheceu o DJ Mateus Bruschi ainda no Rio Grande do Sul, quem o ensinou a tocar e produzir música eletrônica. Foi convidado para dar aula na maior escola de música eletrônica do Brasil, AIMEC, em Curitiba, onde começou a criar laços e contatos. Depois de uma passagem por Porto Alegre, também para dar aula pela escola, em 2014 voltou à Curitiba, onde reside, produz e continua a dar aulas.
A Grazi também é gaúcha, de Santana do Livramento, e se envolveu com a música de uma forma diferente. Teve contato com a Dance Music através das suas irmãs mais velhas e começou a frequentar festas rave aos 14 anos com as amigas e despertou a curiosidade de entender como aquele som funcionava. Bem determinada, resolveu ir atrás daquele desejo de se aprofundar no conhecimento musical produzido por um DJ. Fez um curso e começou a aprender a tocar em festas entre amigos. Em busca de um curso mais completo sobre produção musical, decidiu se mudar com uma amiga para São Paulo e em pouco tempo já era residente de um dos maiores clubs do País da época. Morou fora por 2 anos, em Dublin e Londres, para aprender inglês e tocar. Quando voltou, ela e o Vini resolveram montar juntos o projeto Drunky Daniels.
.
O estilo deles é um tech house bem dançante, feito para a pista! Em um painel do RMC Curitiba eles comentaram sobre a forma que produzem suas músicas. Como já encontraram a forma de trabalhar, hoje se a música não está com uma forma que os agrade em 1h30 de trabalho, eles já partem para a próxima. Em todos esses anos, já tem 50 releases com o projeto.
.
E foi uma dessas produções que começou a colocá-los no cenário internacional. Um dia Jamie Jones tocou Bump It In Yo Stereo e logo em seguida a música começou a rodar entre os principais DJs de tech house do mundo.
.
A exposição de suas músicas entre DJs nacionais e internacionais abriram várias portas, como a oportunidade de se apresentarem em 2015 e 2016 no Tomorrowland Brasil. Quando perguntamos como foi a sensação, eles comentaram que a primeira vez foi super corrida, porque eles chegaram apenas no dia do evento, fizeram gravações durante o dia e foram logo para o palco para uma hora de set, sendo que a última meia hora tocaram na hora do David Guetta, então sabiam que a pista podia esvaziar. Já na segunda vez eles tiveram mais tempo para conhecer o festival, sentir a vibe, e se apresentaram com a lotação máxima do palco Fusion, com um clima super gostoso de pool party.
 
Agora estão com a agenda cheia de shows pelo Brasil, como o festival Jack Daniels que acontece no dia 17/12 em Recife, o Réveillon Pump em Manaus e a estréia no Warung dia 02/01 no showcase da LouLou Records com Kolombo, LouLou Players, Fran Bortolossi e Gabe. Para 2017, os planos são embarcar em uma turnê pela Europa em junho, passar pelo ADE (Amsterdam Dance Event) em outubro. Mesmo com toda essa bagagem, a dupla está com uma carreira crescente e com muitas oportunidades para ganharem cada vez mais visibilidade no tech house internacional.

✨ CONFIRA MAIS! ✨

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre as festas e festivais, ou para dúvidas sobre o Tomorrowland, clique aqui!

- Participe dos nossos grupos exclusivos de whatsapp de Festas de Réveillon , Universo Paralello, Tomorrowland e mais! Veja todos os nossos grupos aqui: We Go Out Together

- Participe do nosso grupo do Telegram neste link!

- Siga, colabore e curta nossas playlists do Spotify neste link!

– Para ter acesso a mais dicas sobre festas e festivais de música siga nossos perfis no Instagram @wegoout e @bruejode e curta também nosso canal no Youtube mimi

Administradora paranaense, morou alguns anos em São Paulo e adora as várias opções de festas e eventos que a cidade oferece. É viciada em festivais, não tem medo de encarar um sozinha! Já passou por mais de 15 fora do Brasil, como Creamfields (UK), SXSW (Austin), Coachella (CA), Ultra (Miami e Croácia) e Mysteryland (NL). Divide suas paixões musicais entre techno e indie rock!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here