Entrevista: LANNÉ | Conheça mais sobre esse misterioso trio alemão

LANNÉ
Foto: Divulgação

Com o single “Had To Tell You“, em colaboração com o brasileiro Hawk, o trio alemão LANNÉ estreou recentemente na gravadora CONTROVERSIA, do ícone Alok. Em entrevista exclusiva, os DJs e produtores conversaram com o We Go Out e contaram mais sobre o projeto e como a quarentena afetou o grupo, que já lançou mais de 30 tracks durante o ano pandêmico e soma mais de 25 milhões de plays no Spotify. Além disso, o trio também deu detalhes sobre as produções e o que podemos esperar de LANNÉ em 2021.

Aos que ainda não conhecem os alemães, vamos explicar: LANNÉ é o grupo responsável pelos icônicos remixes de “I Kissed a Girl“, “Scream”, “Lady”, “The Box” e “Coming Home”, músicas que originalmente fizeram muito sucesso nas rádios, entre outros grandes nomes do Pop como Katy Perry, Usher, Roddy Rich, Beyoncé e mais.

Aos fãs brasileiros que acompanham LANNÉ, é claro que não podia faltar uma notícia ótima no final da entrevista! Confira:

A tradução de Lanné é “ano”, correto? Por que esse nome?

Não existe nenhuma história específica por trás do nome. É pequeno, soa de forma positiva e é facilmente pronunciado em diferentes línguas. Mas obrigada por nos ensinar a tradução, talvez nós criaremos uma explicação mais interessante sobre o nosso nome a partir de agora 🙂

Como foi a trajetória de cada um dos integrantes antes de iniciar o trio? Vocês tinham projetos solo?

Sim, nós já produzíamos música antes de começar essa jornada. Mas nenhum deles eram projetos grandes como o LANNÉ é atualmente.

Vocês publicaram uma retrospectiva dizendo que 2020 era um ano em que gostariam de começar a fazer pequenos shows, mas que infelizmente não foi possível por conta da pandemia. Como está sendo passar por esse período bem no início do projeto?

Com certeza shows pequenos ou eventos ao vivo em geral teriam sido ótimos, mas para nós a pandemia também foi uma oportunidade. Parece que as pessoas ouviram mais as nossas músicas e mais intensamente enquanto ficaram em casa. E nós tivemos mais tempo para ficarmos no estúdio.

Vocês já lançaram pela label do Robin Schulz, grande nome alemão da música eletrônica, e agora pelo selo do Alok, um super astro do gênero aqui no Brasil. Qual o sentimento?

Ter a noção do que conquistamos em tão pouco tempo, de alguma forma nos surpreende. Mas ao mesmo tempo, ficamos muito orgulhosos. Ambos, Robin e Alok, são referências para toda a cena e definitivamente é uma honra trabalhar com eles.

Essa é a segunda collab com o Hawk e o Leo. Como é trabalhar com os dois artistas?

É divertido e nos damos muito bem com ambos. Nós amamos a voz do Leo e o estilo de produção do Hawk. Nossa primeira colaboração ganhou muito suporte, então decidimos produzir novamente.

Vocês possuem releituras de alguns clássicos, como “I Kissed a Girl” e “Lady”. Como vocês escolhem os singles que irão remixar? Como é esse processo de fazer uma nova versão de um hit?

O mais importante para nós é que nós também sentimos e nos identificamos com a música original. Depois que decidimos qual track iremos trabalhar, construímos um instrumental forte sempre respeitando as harmonias e estruturas originais. Nós utilizamos o vocal original para a construção dos instrumentos e depois procuramos uma voz que encaixe melhor no remix.

Simplesmente 30 tracks lançadas em um ano! 2020 realmente foi um período de muito trabalho para o trio. Em 2021, estamos no terceiro mês e vocês já estão na quarta faixa. Vocês focaram na produção por conta da pandemia? Antes do projeto ser lançado, já havia muitas músicas prontas ou encaminhadas?

É difícil dizer o que teríamos feito de diferente sem a pandemia, mas é claro que o tempo que tivemos para ficar em casa nos ajudou a focar em produzir ainda mais. Algumas tracks já estavam terminadas antes da pandemia começar, mas a maioria dos nossos lançamentos foram produzidos durante a pandemia. Então, sem o Covid-19 nós provavelmente teríamos lançado menos músicas.

Uau! Parabéns por estarem entre os 30 mais escutados do seu país! Ainda mais por apenas dois anos de projeto. Quais os objetivos do trio para daqui cinco anos?

Obrigada! Como pudemos ver no último ano, nem tudo caminha como planejado. Nós estamos muito felizes e gratos por tudo que pudemos experienciar e está tudo indo muito bem. Como mencionado anteriormente, o mais importante é se divertir e ter a certeza do que está fazendo. Ainda assim, parece um sonho alcançar esses números e definitivamente isso é uma benção para nós. Não temos um plano específico para os próximos 5 anos, mas o nosso objetivo principal é alcançar ainda mais pessoas pelo mundo todo e também levar os nossos shows para eles assim que for possível.

Ainda sobre a trajetória do trio… quais os próximos passos para 2021 e o que podemos esperar de LANNÉ?

Temos umas tracks muito legais para lançar esse ano e também alguns experimentos dentro do nosso gênero, então fiquem ligados!

Qual a relação de vocês com o Brasil? Pretendem conhecer o país?

Infelizmente nenhum de nós visitou o Brasil até agora, mas com certeza queremos visitar o quanto antes, porque, pelo o que vimos por fotos e vídeos, é um país lindo e com muitas coisas para fazer. Veremos sobre quando as viagens voltarem ao normal.

Leia também: DJ Marshmello | Saiba tudo sobre o DJ!

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

DJ, produtor musical e estudante de publicidade, seu objetivo de vida é emocionar as pessoas e fazer com que elas sintam lá no fundo algo confortante. Seja tocando em festas, produzindo suas próprias tracks ou escrevendo textos, acredita que a música eletrônica tem o potencial único de unir pessoas e trazer bons momentos e experiências inesquecíveis.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome