EQUAL é a nova iniciativa do Spotify para o mês da mulher

EQUAL

Em apoio ao Dia Internacional da Mulher, o Spotify lança o EQUAL – novo compromisso global da plataforma dedicado a promover a equidade em áudio para as mulheres e celebrar suas conquistas.

Spotify EQUAL irá destacar artistas e criadoras de podcast local, regional e internacionalmente, por meio de parcerias globais, ativações, novas experiências de conteúdo e suporte dentro e fora da plataforma. Para saber mais, confira este manifesto em vídeo criado pelo Spotify:

O Hub EQUAL é um espaço dedicado na plataforma para destacar as criadoras e permitir que os fãs consumam suas músicas e podcasts. A iniciativa global se estenderá para além do mês de março, durante o ano todo.

Mais de 200 das principais playlists do Spotify em todo o mundo, como Top Brasil, Esquenta Sertanejo, Funk Hits e Today’s Top Hits, contarão com mulheres em todas as capas para celebrar e ampliar o alcance na plataforma, garantindo que ainda mais usuários tenham a oportunidade de ouvir e conhecer.

Alguns dos parceiros do Spotify, iniciativas sem fins lucrativos, incluindo Girls Make Beats, She’s The Music, Sound Girls, GLAAD, Color of Change, Women in Music e Women’s Audio Mission, criarão playlists exclusivas no Spotify, destacando artistas que estão liderando e moldando o futuro da música.

Novas iniciativas para mulheres no Spotify

A fim de ampliar as histórias de mulheres, o Spotify lança o WOMN, um novo programa de música e talk show com episódios lançados ao longo do dia 8 de março: um grupo diversificado de mulheres criadoras, influenciadoras e figuras culturais discutirá conteúdos focados na mulher e compartilhará suas reflexões pessoais. As vozes dinâmicas incluem Tokimonsta, Jenny Lorenzo – apresentadoras do Spotify’s Dope Labs – Titi Shodiya e Zakiya Whately, Jazzmyne Robbins e muito mais.

O Spotify também reitera o seu apoio às vozes das mulheres com o novo Conselho EQUAL apenas para convidados: composto por 15 organizações de todo o mundo, o conselho do Spotify fornecerá a cada uma delas uma doação única e trabalhará, em conjunto, maneiras tangíveis de tornar a indústria do áudio mais justa.

Em abril, a plataforma lançará o programa de música global EQUAL, promovendo a igualdade para as mulheres em 50 países, do Japão à Argentina e da Malásia ao Reino Unido. Também desenvolverá o sucesso de programas como Sound Up e EQL, que oferecem novas oportunidades para mulheres criadoras de áudio.

Além disso, o Spotify celebra as mulheres artistas e criadoras de podcast mais ouvidas em todo o mundo. Com base em dados de streams de 1° de janeiro a 22 de fevereiro de 2021, Taylor Swift ocupa o primeiro lugar do ranking com mais de 2,3 bilhões de streams. Quando os assunto são os podcasts, o Crime Junkie, apresentado por Ashley Flowers e Brit Prawat, é o show apresentado por mulheres mais ouvido em todo o mundo, seguido por Call Her Daddy, de Alex Cooper.

Leia também: 15 DJs e produtoras brasileiras que você precisa conhecer

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

DJ, produtor musical e estudante de publicidade, seu objetivo de vida é emocionar as pessoas e fazer com que elas sintam lá no fundo algo confortante. Seja tocando em festas, produzindo suas próprias tracks ou escrevendo textos, acredita que a música eletrônica tem o potencial único de unir pessoas e trazer bons momentos e experiências inesquecíveis.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome