Festa Mandarin teve 3ª edição épica em 2018

Festa Mandarin

Neste último final de semana de 2018 o circuito de festas premium do Brasil fez uma parada em Belo Horizonte, aonde ocorreu a 3ª edição da festa Mandarin. Realizado pelo famoso grupo Na Sala, maior player de festas premium de Minas Gerais, o evento fez com que pessoas do país inteiro viajassem para curtir esta festa oriental que concorre entre as melhores festas do Brasil.

Quem estava por lá na sexta-feira já pôde aproveitar o warm up oficial da Mandarin, a festa Himalaia, que levou o público às alturas para avistar o que estava por vir no dia seguinte. Já no sábado a farra começou cedo, e muita gente aproveitou que estava em BH e foi curtir um sunset no famoso restaurante Alma Chef. Foi uma tarde animada e cheia de gente bonita, mas o dia ainda estava só começando, logo viriam 11 horas de festa open bar premium.

Festa Mandarin

A noite caiu e todos já estavam ansiosos para a super festa. Aqueles que chegaram cedo conseguiram escapar do engarrafamento na entrada do local do evento – que ficava a 30 km de Belo Horizonte. Por recomendação da própria organização a maioria do público utilizou táxi e aplicativos de corrida para chegar ao local. As pessoas chegaram na festa super bem produzidas em looks de inverno, a proporção homem/mulher estava equilibrada e a idade do público variava tendo uma media na casa dos 28-30 anos.

Festa Mandarin

A estrutura do evento era de tirar o fôlego, logo na entrada já havia uma fabulosa decoração que representava a China antiga, e ainda contava com uma estátua exuberante do Buda que serviu de background para milhares de fotos. Já a área do MainStage teve uma estrutura representando a China moderna e suas metrópoles caóticas. Os bares estavam bem localizados e com uma farta opção de bebida como Vodka Absolut, Whisky Chivas, Skol Beats, Gin, Red Bull, etc… Já o open food foi de super bom gosto com hamburguers do Trips Burger, batata rústica do Alma Chef e salmão do Poke Sim.

Festa Mandarin
festa Mandarin 2018

A festa Mandarin abriu suas portas à meia noite, mas o show performático de abertura se iniciou as 3:00 com uma fantástica sincronia de luzes, dançarinas e fogos de artifício ao ritmo da clássica track “Leave the World Behind” do grupo Swedish House Mafia. Quem estava na cabine tocando era ninguém menos que o DJ alemão Claptone que mandou um super set no equilíbrio perfeito entre underground e comercial. 

Festa Mandarin

As 4:30 entrou a atração mais aguardada da festa, a lenda Vintage Culture, que tocou um set de 3 horas com suas tracks mais famosas incluindo a obra prima “Memories”, que levou o público ao delírio. A vibe da festa Mandarin estava fenomenal, a madrugada caía e com ela caía também a temperatura levando o público a buscar o calor humano para se blindar do frio daquela noite.

A festa terminou ao som do DJ Breno Rocha quase ás 11:00 da manhã, muita gente ainda queria mais festa e por isso foram para o afterparty oficial na balada Na Sala. No geral, a festa Mandarin foi sensacional, contou com 6 mil pessoas e se consolidou como a melhor festa de Belo Horizonte. Neste segundo semestre haverá outra festa para entrar para a história, a famosa festa de aniversário do grupo Na Sala, que vem ganhando uma proporção cada vez maior. Data ainda à confirmar, fique ligado. #improveyourmandarin

Texto por: Peter Prado


Leia também:
Veja como foi a festa Surreal em Brasília

 

✨ CONFIRA MAIS! ✨

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre as festas e festivais, ou para dúvidas sobre o Tomorrowland, clique aqui!

- Participe dos nossos grupos exclusivos de whatsapp de Festas de Réveillon , Universo Paralello, Tomorrowland e mais! Veja todos os nossos grupos aqui: We Go Out Together

- Participe do nosso grupo do Telegram neste link!

- Siga, colabore e curta nossas playlists do Spotify neste link!

– Para ter acesso a mais dicas sobre festas e festivais de música siga nossos perfis no Instagram @wegoout e @bruejode e curta também nosso canal no Youtube mimi

1 COMENTÁRIO

  1. O evento foi ruim. Himalaia foi claramente fraca, mas o valor se pagou pela festa, agora a Mandarin foi péssima, da entrada onde se encontravam vários cambistas vendendo ingressos, nos deparamos antes mesmo da entrada do evento, barreiras de contenção de fila, pois houve pouco planeamento quanto a entrada e houve dificuldade de acesso, grande empurra-empurra e os seguranças exageraram em constranger na revista individual, como não teve uma boa aplicação da revista pois, eu mesmo entrei sem ser revistado, assim como alguns amigos; Durante a festa, o evento não dispôs informativos de mapa do local; A mudança entre DJ e outro, teve interrupções longas sem musicas, alem de falhas no som. Outras festas do tipo, como festa do Patrão, Oscar e TIM, o preço chega a ser menor e a organização é sem comparação. Nada mudará minha opinião em não ir a mais nenhum evento Mandarin, como organizado pela Sympla.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here