Festival Crossroads: edição épica do evento de Curitiba

Mais um ano de Festival Crossroads – Dia Mundial do Rock no Usina 5, e mais um sucesso! No dia 13 julho, acompanhamos 12 horas das 18 de festa, no melhor estilo “Never surrender”, mote do evento. Com 44 artistas, entre bandas e djs, distribuídos em cinco palcos (Dia Mundial do Rock, Budweiser, Thunderstruck, Jack Daniel’s e Crosshouse), o Festival é o grande evento de Curitiba em homenagem ao estilo musical. O rock é resiliente. Da mesma forma, para agradar a todos os ouvidos e unir famílias e amigos, é preciso adaptar-se e entregar algo diferente.

E o Festival o fez. A estrutura que o Usina 5 proporciona é invejável (não à toa é um dos principais espaços para eventos de grande porte em Curitiba desde sua inauguração, em 2017), mas o Bar Crossroads (realizador do Festival) surpreendeu em criar um dia repleto de experiências e para onde se olhava a atmosfera era de celebração. O dia bonito ajudou e muitas famílias levaram as crianças para aproveitar. Além de um grande espaço kids com muitos monitores, a garotada ganhou atrações exclusivas: as bandas Rockinho e Rockids contaram histórias do rock com canções de clássicos como David Bowie, Beatles, Queen, Nirvana.

Para os adultos tinha ativação da 99 e Tanqueray, contêiner da Cervejaria Colorado, salão de beleza, espaço de tatuagem, loja de presentes, cerca de 10 opções de comida e claro, muita música. Não podemos negar que era uma preocupação o fato de ter muitas bandas cover na programação, mas o autoral se destacou e conhecemos muito som bom. O palco Dia Mundial do Rock, logo na entrada, já convidava a sentir-se em casa. Era um dos maiores e amplos, e apresentou sonoridades diversas, do reggae ao rock psicodélico.

Crossroads
Foto: Vinicius Moscatto

O palco Budweiser apostou no blues, hard rock e hardcore, com direito a “roda punk”. No Thunderstruck, a grande interseção do festival, apresentou do rock nacional ao experimental.

Festival Crossroads Curitiba
Foto: Vinicius Moscatto – Festival Crossroads Curitiba

Contra a tendência, o “inferninho” do evento era no piso acima! O palco Jack Daniel’s foi pensado para os fãs do lado sombrio e enérgico do rock, com heavy metal e nu metal.

Crossroads
Foto: Vinicius Moscatto

Mas, fãs de eletrônico que somos, o palco Crosshouse surpreendeu. Além do house, eles ofereceram outras sonoridades como hip-hop, nu disco e clássicos do rock remixados. Mesclar eletrônico e discotecagem com eventos que não sejam voltados para estes estilos é uma tendência, e o Crossroads apostou e levou. Entre muitas idas e vindas, transitando de um palco ao outro, o Crosshouse era o queridinho e ficamos boa parte do tempo lá. A pista de dança é realmente o ponto alto de qualquer festa!

Festival Crossroads Curitiba
Foto: Guest Vip

O sentimento que fica é que Festival Crossroads – Dia Mundial do Rock é feito para se aproveitar o dia, desfrutar de uma estrutura impecável e se permitir ouvir novos acordes. Bom para reunir amigos, famílias e se divertir. Já virou tradição (mobiliza um público de quase 10 mil pessoas) e a cada ano apresenta novidades, que permeiam o estilo rock n’ roll de resistência, mas também de entrega. Vale a pena aguardar o que 2020 reserva!

Leia Também: Principais Festivais de Música no Brasil no segundo semestre

✨ CONFIRA MAIS! ✨

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre as festas e festivais, ou para dúvidas sobre o Tomorrowland, clique aqui!

- Participe dos nossos grupos exclusivos de whatsapp de Festas de Réveillon , Universo Paralello, Tomorrowland e mais! Veja todos os nossos grupos aqui: We Go Out Together

- Participe do nosso grupo do Telegram neste link!

- Siga, colabore e curta nossas playlists do Spotify neste link!

– Para ter acesso a mais dicas sobre festas e festivais de música siga nossos perfis no Instagram @wegoout e @bruejode e curta também nosso canal no Youtube mimi

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here