Go Girl #12: DJ Polly grava set incrível nos Cânions do Rio São Francisco

DJ Polly
Foto: Divulgação

Feeling, carisma e paixão pela boa música são os aspectos que formam a identidade de DJ Polly, artista que vem conquistando seu merecido espaço no circuito nacional. Explorando as mais variadas vertentes do House e Tech House e adicionando boas doses de grooves com melodias vibrantes do Progressive, Polly transita através da diversidade musical que fortalece sua habilidade de contagiar o público.

A artista já emplacou apresentações ao lado de grandes nomes dos palcos nacionais como, Vintage Culture, Gabe, Dubdogz, Illusionize, Almanac, entre outros, e agora está trabalhando nas suas primeiras produções autorais. 

mister ruiz

Sintetizando todas suas experiências até aqui, recentemente ela apresentou um set especial gravado em vídeo nas paisagens deslumbrantes dos Cânions do Rio São Francisco, em Alagoas. O vídeo traz quase 90 minutos de imersão profunda através da seleção especial de Polly,  que transita entre Melodic Techno e o Tech House, mixando faixas de produtores internacionais como ARTBAT, Massano, Sidekick, além de outros nacionais que ela também é fã, como Volkoder, Gabe, Vintage Culture e Rocksted.

Conversamos com a DJ Polly sobre sua carreira, influências e sobre a live. Confira nosso papo:

Oi Polly, prazer falar com você. Conte-nos um pouco da sua história como DJ, como surgiu seu interesse pela música e em que momento decidiu seguir na carreira profissionalmente?

Sou apaixonada por música eletrônica desde os meus 13 anos. O projeto Polly, surgiu em 2017 quando decidi parar meu curso na faculdade e viver da música.

De onde surgiu a ideia da live, e porque a escolha dos Cânions do Rio São Francisco como cenário?

A ideia surgiu e foi idealizada pelo meu produtor Gustavo Hack. Gravar nos cânions sempre foi um objetivo para nós, por conta da beleza única e exuberante do local e com o intuito de desbravar um local inédito e ainda não explorado por outros artistas, inspirado na Cercle. O local ficava bem no meio do sertão alagoano, a 460km da capital, a cidade mais perto ficava a quase 50km, tivemos dificuldades em achar um gerador e só conseguimos em um lugar muito longe, ou seja, tivemos que contar com um caminhão só pra ligar o som e a CDJ, fora os infinitos metros de extensão que passava pelo meio dos cactos até chegar na mesa. Tinha uma equipe de nove pessoas trabalhando pra essa gravação acontecer.

DJ Polly
Foto: Divulgação

Você pode nos falar um pouco mais sobre a escolhas das músicas nesses 90 minutos de set? Quais músicas que não poderiam ficar de fora dessa apresentação?

Escolhi a dedo todas as músicas e artistas. Sou muito fã do Artbat, então com certeza não poderia faltar eles. Também, inclui o Massano, Rocksted e RüfÜs dü Sol que são artistas que levo como referência.

Como você tem visto a força das mulheres no cenário de música eletrônica nacional? De quais artistas femininas você tem mais acompanhado o trabalho?

Vejo a cena eletrônica feminina crescendo cada dia mais. Ver as mulheres conquistando seu espaço, me deixa muito feliz!
Acompanho o trabalho da Charlotte de White já há algum tempo… Nina Kraviz, Peggy Gou, Ashibah… Como vocês podem ver, tenho muitas referências gringas! Entre as brasileiras, gosto muito do trabalho da Barja.

Você está começando a trabalhar em produção musical, certo? Como está sendo esse aprendizado e o que podemos esperar das suas produções?

Sim. Estou prestes a lançar minha primeira música autoral. Passei por um processo de transição e isso me fez aflorar muito minha identidade sonora… Podem esperar muitas músicas autênticas e dançantes.

Ficha Go Girl #11 – DJ Polly

Nome: Pollyana Ferreira
Nasceu em: Santa Albertina/SP
Música favorita da sua vida: Innerbloom – Rufus du Sol
B2B dos sonhos: Fisher
Acompanhe mais no Instagram!

O quadro Go Girl, em parceria com a SOMUS, tem como objetivo dar destaque as DJs e/ou produtoras brasileiras que tem feito um trabalho incrível na cena.

Leia Também: Go Girl #11: DJ e cantora, Daphne se destaca com performances live incríveis

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Administradora paranaense, morou alguns anos em São Paulo e adora as várias opções de festas e eventos que a cidade oferece. É viciada em festivais, não tem medo de encarar um sozinha! Já passou por mais de 15 fora do Brasil, como Creamfields (UK), SXSW (Austin), Coachella (CA), Ultra (Miami e Croácia) e Mysteryland (NL). Divide suas paixões musicais entre techno e indie rock!

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome