Go Girl #8: Carol Fávero e a força das mulheres na cena eletrônica atual

carol fávero

Carol Fávero iniciou sua carreira trabalhando com eventos em Juiz de Fora. A DJ e produtora começou a aprender mais sobre música eletrônica e ganhar espaço na vida noturna da cidade, sendo convidada para tocar nos clubs locais e no famoso Privilège. Inspirada no house e suas vertentes, Carol já se apresentou no mesmo palco que artistas como KVSH, Barja, Cat Dealers e fez B2Bs memoráveis.

Além disso, ela é uma das idealizadoras do projeto SOMUS, uma plataforma dedicada para mulheres na cena eletrônica, e faz um excelente trabalho de conexão entre as profissionais da área!

Nesta sexta-feira, 19/02, Carol Fávero lança Midnight pela Muzenga Records, e você já pode fazer o pré-save aqui! Confira nossa entrevista contando mais sobre a carreira e projetos:

carol fávero

Carol, começa contando para a gente: quando e como você descobriu que queria ser DJ?
Depois de dois anos trabalhando com eventos, em 2016 eu decidi aprender a tocar para me apresentar em uma edição da minha festa. Não era para ser algo sério, mas eu me apaixonei e decidi transformar em profissão principal com o passar do tempo.

A gente sabe que sua mãe sempre te acompanha, inclusive nos afters! Ela sempre te incentivou a entrar no mundo da música? Você enxerga que esse suporte foi um diferencial para você se jogar de cabeça na profissão?
Desde criança sempre fui muito ligada com música no geral, mas a música eletrônica era o que me chamava mais atenção. Quando comecei a produzir alguns eventos minha mãe fazia questão em me acompanhar, sempre dando todo apoio. Como dj quem deu o ponta pé inicial foi ela, que insistiu por um ano pra eu começar a tocar. Ela sempre viu minha paixão pela noite, pela música e tinha certeza que eu ia gostar. Dito e feito!

Quanto ao diferencial, com certeza!! Ela é a pessoa que mais me apoia e me joga pra cima. Esse apoio não me deixa desistir, mesmo nos momentos mais difíceis

Quais são suas maiores inspirações para produzir hoje?
Ashibah e Chris Lake são os principais. Fora da música minha inspiração é minha mãe, com certeza. A gente tem uma ligação muito forte, acredito que por ela ser minha mãe/pai ao mesmo tempo e por tudo que a gente ja viveu e tudo que ela fez pela gente. Um dia vou poder retribuir tudo e todo apoio pra ela.

2020 foi um ano cheio de conquistas! Você fez a festa Conecta online, lançou pelo V.A. da Ciclo Records, criou um estúdio em casa… E já teve suporte de grandes nomes como Ashibah, KVSH, Zuffo e Dubdogz. Você acreditava que em tão pouco tempo ia conseguir se destacar na cena? Qual sentimento de olhar pra trás e ver quanta coisa legal você conseguiu fazer em um ano atípico?
Nenhum pouco, às vezes eu paro pra ver os vídeos dos suportes e ainda fico toda boba, sem acreditar que aconteceu! Nossa, eu sou MUITO grata, de verdade! As vezes parece que eu tô sonhando kkk

Você é uma das fundadoras da SOMUS! Conta pra gente qual é o objetivo do projeto e quando você teve essa ideia.
O principal objetivo é apoiar as mulheres do mercado e incentivar quem quer começar a trabalhar no meio, seja qual for a área, e mostrar que tem espaço pra mulher em todas as áreas.

A ideia surgiu no começo da quarentena, sempre senti muita falta de ter mais mulheres na cena para conversar e trocar experiências. Com o propósito de ser um lugar de apoio e incentivo pra todas mulheres da cena eletrônica, a ideia é ser uma conexão não só entre as djs/produtoras, mas todas que trabalham tambem no backstage e fazem tudo acontecer.

O que você já pode adiantar de novidades para 2021?
O que posso garantir pra vocês é um lançamento por mês até o fim do ano. Estou muito focada na produção, então vai ter muita música e muita collab que vocês vão amar! Aproveitando pra falar que sexta agora tem lançamento da Midnight pela Muzenga Records.

Daqui a cinco anos, quais serão as principais notícias que vamos ler sobre a Carol Fávero?
Eita, 5 anos! Bom, espero estar 100% estável com uma carreira bem sólida, tenho muitos projetos futuros junto com a SOMUS que é um desejo pessoal e espero conseguir alcançar essas metas. Mas de notícias espero estar participando de alguma tour internacional e me apresentar nos maiores festivais e eventos como Universo Paralello e quem sabe o Burning Man!

Ficha Go Girl #8 – Carol Fávero

Nome: Carolina Fávero
Nasceu em: Juiz de Fora – MG
Música favorita da sua vida: Solace – Kyle Watson
B2B dos sonhos: Ashibah (de preferência all night long kkk)
Acompanhe mais no Instagram!

O quadro Go Girl, em parceria com a SOMUS, tem como objetivo dar destaque as DJs e/ou produtoras brasileiras que tem feito um trabalho incrível na cena.

Leia mais: Go Girl #7: Lari Hi conta como conseguiu criar uma identidade forte para o seu projeto

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Tem duas paixões na vida: viagem e música. Com mais de 30 países na bagagem e muitas histórias em festivais, escolheu os cinco dias acampada na lama do Glastonbury e a mágica de trabalhar no Tomorrowland Bélgica como as experiências mais incríveis que já teve.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome