Go Girl #25: Daiana Mazza une música clássica com eletrônica e lança “Another Dimension”

Daiana Mazza
Foto por: Edu Rodrigues

Considerada um dos maiores nomes do violino elétrico da América do Sul, Daiana Mazza está mais do que preparada para apostar no mercado da música eletrônica. Na última sexta-feira, a violinista e produtora musical lançou o single “Another Dimension”, um Future House com pegada de Trap, composição original escrita por ela mesma e os vocais potentes da cantora Julia Joia.

Daiana já se apresentou ao lado dos maiores nomes da MPB, como Gilberto Gil, Sandy e Tiago Iorc, e após viajar o Brasil ao lado da DJ Scarlet, com o duo DEUX LIVE, a artista comprova toda a sua versatilidade ao encarar esse novo estilo musical como produtora, o que aumenta ainda mais a expectativa para vermos suas apresentações ao vivo, que costumam ser performances sempre animadas e interativas, trazendo à artista uma identidade singular num mercado tão competitivo.

Batemos um papo com Daiana Mazza sobre sua carreira e esse novo caminho musical. Confira:

Oi Daiana, prazer falar com você! Você é uma violinista que trouxe o instrumento para a música eletrônica. Como foi que despertou esse interesse em unir esses dois mundos tão diferentes?

Há 8 anos, eu tocava em orquestras e bandas de rock, a música eletrônica era um universo totalmente desconhecido para mim. Então, uma grande marca de automotivos me convidou para fazer uma campanha de marketing deles e me colocaram pra tocar com um DJ. Era algo que eu nem sabia como fazer, mas como adoro um desafio, aceitei. E aí, né… pirei! Me encontrei! A partir dali, mudei totalmente o rumo da minha carreira profissional para seguir aquela intuição que me dizia “é isso que você deve fazer”!

Além da música eletrônica, você também produz e compõe músicas Pop e Rock. Como funciona esse processo de trabalhar com diferentes estilos? O que cada um representa pra você?

Apesar de tocar um instrumento “clássico”, desde pequena aprendi a ouvir e tocar diferentes estilos de música. O rock é um estilo fascinante, onde consigo explorar desde melodias vibrantes até aqueles solos virtuosísticos enlouquecedores, que todo mundo adora. O Pop é minha grande “escola” de performance no palco. Sempre me inspirei demais nas grandes cantoras de pop e isso, é claro, influenciou muito minha forma de compor e tocar.

Se fosse para listar, quais seriam as 3 maiores conquistas da sua carreira?

  • Apresentações no Rock in Rio (2017/19)
  • Tour Hard Rock – DEUX LIVE no exterior
  • Ver o remix DEUX LIVE na TV (com a música “Ai Que Saudade D’Ocê”, no BBB)
Daiana Mazza | Rock in Rio

Você está à frente de 3 projetos musicais, o seu, como Daiana Mazza, violinista, compositora e produtora musical, o DEUX LIVE, em parceria com a DJ Scarlet e o trio Trítony, com a violinista Marina Andrade e um DJ convidado. Como você organiza sua agenda e arruma tempo para dedicar-se em cada um deles?

Eu realmente amo essa loucura! Estou sempre aprontando os próximos passos de cada projeto e, mesmo com a pandemia, segui produzindo e não deixei nenhum deles parado! Com o DEUX LIVE, viajamos por todo Brasil e alguns países do exterior com um show mais ligado à house music, techno e pop. Com Trítony, realizamos o feito incrível de colocar VIOLINISTAS MULHERES como atração principal de um palco do Rock in Rio. É um trabalho com estilo musical bem abrangente, que explora muito as performances interativas com a galera. Comandar tudo isso é sempre muito intenso, mas eu tenho a sorte de ter parceiras maravilhosas em cada projeto, que fazem com que tudo fique mais fácil e prazeroso.

Na última sexta-feira (27/08) você lançou o single “Another Dimension”. Conta pra gente um pouco mais sobre o processo criativo da track e o que você quis transmitir com ela?

Apesar de já ter lançado outras músicas autorais, Another Dimension foi a primeira música eletrônica que escrevi. Compus há mais de 3 anos! Ouvindo uma amiga contar sobre um novo amor que surgiu através de uma rede social, achei tão apaixonante a história que escrevi a poesia em cinco minutos. Criei a melodia do refrão, fiz o esboço da letra em português e convidei o Dan Torres para escrever a letra final em inglês. A letra é totalmente baseada nesse relacionamento à distância. Essa coisa de estar ali olhando para o celular, digitando, ouvindo áudios, mas mesmo assim se sentir junto, tão perto da pessoa amada, que parece mesmo estar em uma outra dimensão. Essa conexão nos faz esquecer o tempo e espaço, faz o mundo girar! É um Future Bass com algumas características de Trap, estilos que eu curto muito e deram essa leveza sedutora que eu queria transmitir.

Daiana Mazza e Julia Joia

Quais suas atuais referências musicais dentro da música eletrônica e quais artistas mulheres mais te inspiram?

Armin van Buuren foi minha maior referência desde o início, quando eu resolvi estudar produção musical. Ele é simplesmente incrível na criação e mixagem! O Timmy Trumpet, por também compor com um instrumento melódico em destaque me influencia muito, inclusive na escolha de tracks para os meus shows. A ANNA pra mim está num patamar que nem consigo descrever! Me orgulho demais por ter uma brasileira da grandeza dela no cenário! Apesar de produzir um estilo muito diferente do meu, acompanho tudo e tento captar um pouco da genialidade dela. E claro, NERVO, principalmente na performance de palco, mas sobretudo por quão completas são como artistas.

Como está o cronograma de lançamentos para este último quadrimestre de 2021? Tem alguma novidade especial vindo por aí que você já pode compartilhar com a gente?

Para novembro, já temos remix finalizado com DEUX LIVE e até o fim do ano, vai sair mais um single autoral!

O que você está planejando para a carreira assim que os eventos forem retomados?

Desde junho, muitos eventos pequenos que obedecem aos protocolos de segurança já começaram a retornar. A agenda está bem animada com viagens pelo Brasil para esse ano. Eu realmente torço para que tudo melhore para todos. A vontade de tocar novamente nos grandes palcos é gigante e temos de ter fé que dias melhores virão!

Como uma mulher que carrega tantas conquistas no universo da música, que recado você gostaria de dar para outras mulheres que ainda estão no início dessa jornada?

Em primeiro lugar, que jamais deixe de acreditar no que seu coração e sua intuição dizem. Acredite no seu talento e busque lapidá-lo da melhor forma para aproveitar as oportunidades que podem aparecer na sua vida. Adversidades você sempre vai ter, problemas todos temos, mas a vida também vai se encarregar de enviar seus presentes à você… esteja preparada para agarrar isso!

Aproveite para ouvir “Another Dimension”, disponível em todas as plataformas de streaming, e siga a Daiana Mazza no Spotify.

Ficha Go Girl #25 – Daiana Mazza

Nome: Daiana Mazza
Nasceu onde:
 Três Pontas – MG
Música Favorita da vida: 
Who You Are – Jessie J
Collab dos sonhos: 
Armin Van Buuren


Acompanhe mais no Instagram!

O quadro Go Girl, em parceria com a SOMUS, tem como objetivo dar destaque as DJs e/ou produtoras brasileiras que têm feito um trabalho incrível na cena.

Leia Também: Go Girl #24: DJ revelação de 2019, Lud Prado mergulha na linha mais progressiva do House

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Administradora paranaense, morou alguns anos em São Paulo e adora as várias opções de festas e eventos que a cidade oferece. É viciada em festivais, não tem medo de encarar um sozinha! Já passou por mais de 15 fora do Brasil, como Creamfields (UK), SXSW (Austin), Coachella (CA), Ultra (Miami e Croácia) e Mysteryland (NL). Divide suas paixões musicais entre techno e indie rock!

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome