Gravadoras de música eletrônica | Como acompanhar os lançamentos nacionais

gravadora de música eletrônica

Quando eu ainda era leigo no mundo da música eletrônica, eu dependia muito de Shazam, indicações e playlists para descobrir músicas e artistas novos. No entanto, fazendo isso, eu me sentia muito fora do ciclo e sempre alguns passos atrás dos lançamentos. Sim, playlists são boas para isso, mas nem sempre elas são tão atualizadas quanto deveriam ser.

A melhor solução que encontrei foi acompanhar os lançamentos direto da fonte, seguindo as labels (gravadoras) que colocaram no ar as músicas que eu gostava. As gravadoras são empresas que têm como foco encontrar artistas, assinar suas músicas e distribuí-las para todos as mídias, tanto digitais quanto físicas, e promovê-las para obterem um maior alcance. É muito comum que essas gravadoras sejam fundadas por algum artista que já tem uma presença relevante na cena e que deseja encontrar novos talentos no estilo que produz. E, apesar de terem exceções, geralmente o próprio artista seleciona as tracks que serão assinadas ou não, o que faz deles fundadores e A&R’s (Artists and Repertoire ou Artistas e Repertório) da label.

Como toda essa pesquisa demorou bastante pra mim, decidi que seria bem interessante que eu passasse alguns dos principais exemplos de gravadoras de música eletrônica por estilo para vocês.

Slap House/Brazillian Bass/Comercial

Exemplos de artistas: Alok, JØRD, Dubdogz, Cat Dealers…

CONTROVERSIA (@controversia.records)

A&R: Alok

A Gravadora, criada pelo próprio Alok que é considerado pioneiro neste estilo, reúne inúmeros produtores talentosos que oferecem a mesma vibe de grandes tracks como “Party On My Own” de Alok com Vintage Culture e Faulhaber, e “So Lost” de Felguk e Kohen.

HUB Records (@hubrecords)

A&R: Felippe Senne

Uma das gravadoras mais diversas e relevantes do Brasil, a HUB emplacou diversos hits de grandes artistas como Vintage Culture, JØRD, KVSH, Cat Dealers, mas também mantém uma agenda constante de lançamentos de novos artistas. Um dos grupos que cresceu mais recentemente em conjunto com a label foi o duo Almanac, que inclusive abriram uma competição para remix de uma de suas músicas que não sai da cabeça dos fãs chamada “Sarrinho”. Podem ficar de olho que disso aí sairão sair algumas sonzeiras.

Austro Music (@austromusic)

A&R: Orlando Rodrigues

A Austro Music é o selo de música eletrônica da Som Livre, que é uma das maiores gravadoras do Brasil. Com um vasto conhecimento do contexto musical brasileiro, a gravadora possui diversas músicas que são icônicas, como a “The Hook” do Bhaskar e “Think Fast” do Liu.

Só Track Boa (@sotrackboa)

Gravadoras de música eletrônica

Todos aqui já sabemos que o festival da Só Track Boa é um dos maiores do Brasil, mas é bom saber que eles também têm uma gravadora dedicada em lançar músicas que representam bem a vibe da festa em si. Nela tem lançamentos desde Sterium no Desande até a Ashibah do melodic house.

Desande/Bass house

Exemplos de artistas: Illusionize, Victor Lou, Flux Zone, Almanac…

Elevation Music Records @elevationmusicrecords

Gravadoras de música eletrônica

A&R: Illusionize

Responsável por várias tracks do próprio Illusionize, também distribuiu e revelou vários talentos do Desande brasileiro. Dia 21 de maio rolou o lançamento do quarto volume do seu aclamado V.A. “Kick Bass Brazil”, então dê uma conferida que esse é um bom jeito de começar.

Blackartel (@blackartelrec)

A&R: Victor Lou, Visage e Alfrexx

Desde 2019, a Blackartel trouxe para a cena, vários clássicos desse gênero como “Untiltled” do Victor Lou e “The Underground” do Flux Zone. Recentemente lançaram a mais nova track do Sterium e Mochakk “Matrix Bug” que demonstra bem o estilo dark mas dançante da label.

Tech House/Melodic/Progressive

Exemplos de artistas: Evokings, Vintage Culture, Bruno Furlan, Joy Corporation…

Braslive Records (@braslive)

A&R: Guilherme Tannenbaum

A Braslive, além de ser uma grande gravadora desde 2010, ela também se destacou por oferecer gerenciamento artístico, serviços de relação pública, marketing digital e é até editora. Além de ter muito networking com outras gravadoras, seu próprio catálogo inclui nomes como Vintage culture, Joy corporation, Antdot e Meca.

Endless Music (@endlessmusicbr)

Gravadoras de música eletrônica

A&R: Felippe Senne

Esse label cobre a parte mais Tech e Progressives das tracks recebidas pelo Senne. Contando com releases de nomes como Evokings, Leandro da Silva e Zuffo, essa gravadora realmente é para os inimigos do fim.

Cactunes Records (@cactunesrecords)

A&R: Victor Flosi

A gravadora Cactunes Records é nova no mercado, mas tem comprovado cada vez mais a sua missão de desenvolver o cenário e conquistado seu espaço no mercado da música eletrônica. Focada no House e suas vertentes Progressive e Tech, a Cactunes vem abrindo espaço para novos artistas e lançando distintas tracks de qualidade. 

Techno

Exemplo de artistas: Gui Boratto, Coppola, Eli Iwasa, Elekfantz, L_cio, Blancah…

D.O.C. Records (@docrecords)

Gravadoras de música eletrônica

A&R: Gui Boratto

Como a própria label diz, o foco deles está nas melodias e harmonias que tem o poder de cativar o ouvinte e fazer um som atemporal. Algumas tracks já se tornaram bem memoráveis, como a “Kings & Queens” do Coppola com o 2STRANGE que até ganhou remix do próprio Gui.

Warung Recordings (@warungrecordings)

Gravadoras de música eletrônica

A&R: Leo Janeiro

Vinda do grande beach club de mesmo nome, essa gravadora é um ótimo resumo da energia que você sentiria lá. pra mim, um dos lançamentos que mais ficou na minha cabeça foi “Expressions” de Gabe e Rockstead.

HIATO Music (@hiatomusic)

Gravadoras de música eletrônica

A&R: BLANCAh e Binaryh

HIATO Music é o resultado da união entre dois grandes projetos do techno brasileiro na atualidade, BLANCAh e Binaryh, com o objetivo de abrigar suas músicas e de tantos outros artistas nacionais e internacionais, curados por eles próprios.

Essas são só algumas das dezenas de boas gravadoras de música eletrônica que influenciam na cena do House e do Techno brasileiro. Então abra logo seu Insta e dê um follow nelas para nunca perder mais nenhuma trackzona “braba” que sair por aí. E fique ligado aqui que logo voltamos com mais recomendações para vocês!

Texto por: Heydoc! (@heydocmusic)

Leia Também: Sandro Horta, um dos managers mais experientes do Brasil, lança curso “Como Ser um DJ de Sucesso”

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome