GUIA: Lollapalooza Brasil 2016

Esse ano teremos a 5ª edição do festival no país, o Lollapalooza Brasil 2016! Será nos dias 12 e 13 de março, no Autódromo de Interlagos em São Paulo.

*Confira nosso Guia Lollapalooza atualizado aqui! Participe também dos nossos Grupos de Whatsapp para conhecer outras pessoas que irão ao festival e trocar experiências.

mister ruiz

Super fã do festival, lá vamos nós mais uma vez. Já ficamos horas na fila na porta para comprar ingresso, enfrentamos a muvuca do ano de 2014 – que ninguém conseguia se locomover quando acabavam os shows –  e também ja cantamos, berramos, pulamos, e nos divertimos muito. Sendo assim, vamos deixar aqui as nossas DICAS para quem quiser aproveitar ainda mais o festival: .

Lollapalooza Brasil 2016

INGRESSO: Tem na porta? Geralmente tem. Vale a pena? Muito provavelmente não. Como eu disse ali em cima, em 2013 eu resolvi de última hora que eu queria MUITO ver The Killers. Entrei na fila as 16h e fui perdendo todos os outros shows… Of Monsters and Man, Passion Pit… e quase não chego a tempo do início do show que eu queria. Aquele stress desnecessário já que eu podia ter comprado o ingresso muito antes.

Os ingresso são vendidos pela Tickets for fun e você pode escolher entre o Lolla day (Um dia – R$450 inteira, R$225 meia, 3º lote) ou o Lolla Pass (Dois dias – R$800 inteira ou R$400 a meia no 3º lote). Também há a opção premium do Lolla Lounge, que custa R$900 SEM o ingresso. Se trata de um camarote com direito a shuttle, estacionamento, open bar e snacks, lounge de descanso, banheiros exclusivos e uma festa privativa com dj pós último show.

TRANSPORTE: Existem basicamente 5 opções:

– CPTM: Trêm – Estação Autódromo, linha 9 Esmeralda. Saindo da estação as opções são pegar um taxi (R$15) ou caminhar 20 minutos até a chegada na porta do evento.

– Ônibus: Para quem quiser a opção de metrô, da estação Barra Funda saem ônibus que levam direto ao festival.

– Taxi/Uber: Garantem sua comodidade, mas depende de onde da cidade você estiver, não espere uma corrida barata.

– Lolla Transfer: O preço 2016 é de R$70 por pessoa, ida e volta por dia. Sai do WTC e precisa ser comprado antecipadamente pelo site da Tickets for Fun.

– Carro: O local tem estacionamento, mas essa deve ser de longe a sua última opção. Se quiser beber e evitar stress de trânsito na saída do festival, escolha uma das opções acima.

ENTRADA NO FESTIVAL: Nos últimos anos o primeiro dia de festival sempre é um pouco mais lento, o que gera fila e uma longa espera para conseguir entrar no Autódromo. Em 2014 eu acompanhei pela internet o show do Cage the Elephant da fila do lado de fora e não foi legal! Então se você vai no sábado, se programe para chegar com pelo menos uma hora de antecedência da primeira banda que quer ver!  

BEBIDAS E COMIDAS: A compra de bebidas e comidas é feita por fichas. Você precisa comprar nos caixas e pegar o que você comprou em outra barraca. Evite as filas maiores andando um pouco mais para outros pontos que não sejam o da entrada. Parece óbvio, mas muita gente ja quer aproveitar que viu o primeiro bar para garantir, assim as filas tendem a ser muito mais extensas do que nos outros pontos de venda. Essa dica é valida também para os banheiros. Os primeiros sempre serão os mais demorados.   Geralmente a organização não vende bebidas mais fortes, como destilados. Cada cerveja custa em média R$10. Tambem há venda de refrigerantes e água.

Nos últimos Lollas, além do tradicional hot dog e hambúrguer de microondas, rolou um espaço de gastronomia e foodtrucks. São várias opções, por um preço médio de R$20- R$30 por pratos.

DINHEIRO: O evento geralmente aceita dinheiro em espécie e também cartão. Como eu disse ali em cima, você precisa comprar fichas. Já programe quanto você pretende beber durante o dia para não ter que ficar comprando no caixa. Se você for nos dois dias, se certifique que as fichas de um dia valem para o outro antes de fazer as contas do final de semana inteiro. Já me dei mal uma vez quando descobri que as fichas do dia seguinte mudavam de cor  =/ .

SHOWS: O show do Mumford and Sons vai ser o show da sua vida?? Então vale a pena sacrificar o show anterior rolando em outro palco para garantir um lugar bom. O espaço é muito amplo, e o tempo de deslocamento entre um palco e outro não é pequeno. Então se programe, e chegue antes do horário de início para garantir que você não vai ter uma péssima impressão daquele show que você queria tanto ver porque ficou a kms do palco. Festivais de música não são só para ver sua banda preferida. O legal do festival é conhecer novas bandas e estilos. Dê uma chance para aquela banda que você nunca ouviu falar, o máximo que pode acontecer é você dar uma volta para comprar bebida!

OUTRAS DICAS: Pela estrutura do evento geralmente não tem lama, só se chover muito, como aconteceu no EDC. Garanta sapatos confortáveis pois a distância entre os palcos pode variar até 900 metros e o terreno é irregular.  

Apesar do clima geralmente ser quente, a noite esfria. Não esqueç​a o famoso casaquinho.

Capas de chuva são bem vindas caso a previsão não seja favorável.   Use filtro solar! O sol de março é bem forte e ninguém aqui quer ficar ardendo no outro dia, né?

Ao contrário dos grandes festivais fora do Brasil, não tem onde encher a garrafinha de água. Por enquanto só comprando nos caixas.  

Cada vez mais os festivais se preocupam com o meio ambiente. Nao é porque você está ali no meio da muvuca que pode jogar o que quiser no chão né? Seja consciente, guarde os copos usados e jogue todos em algum dos locais apropriados mais tarde!

Não de bobeira com o celular, carteira e outros pertences. O evento comporta milhares de pessoas, e em lugares assim é sempre bom ter uma precaução a mais para nao ter dor de cabeça.    Não está com grana para bancar um dia de festival, mas quer muito ver alguma de suas bandas preferidas?

Fique ligado nas Lolla Parties, festas nas principais baladas de São Paulo com os artistas do Lolla. Os preços variam de R$100 a R$200.   ENJOY!      

INFORMAÇÕES ÚTEIS DO FESTIVAL: Ainda não foram divulgados os horários dos shows, somente as atrações por dia:      

O QUE PODE LEVAR: – Ingresso do festival (ingresso físico, e-ticket impresso ou cartão Mastercard no caso de showpass);
– Documentos pessoais;
– Chapéu ou boné;
– Óculos Escuros;
– Barra de cereal e outras comidas em porções individuais E lacradas;
– Canga;
– Capa de chuva;
– Protetor solar;
– Protetor labial;
– Câmera portátil (não-profissional);
– Mochila ou bolsa;

O QUE NÃO PODE LEVAR: Garrafas, latas e bebidas;
– Utensílios de armazenagem, embalagens rígidas com tampa e capacetes;
– Cadeiras ou bancos;
– Armas de fogo, armas brancas, objetos pontiagudos, cortantes e/ou perfurantes, fogos de artificio e objetos de vidro;
– Câmeras fotográficas ou filmadoras profissionais ou com lente destacável;
– Cartazes feitos com papelão grosso e/ou fixados a madeiras, canudos rígidos, etc;
– Guarda-chuva;
– Animais – exceto cães guias identificados acompanhados de portadores de deficiência visual;
– Bastão para tirar fot, o famoso “pau de selfie”;
– Substâncias inflamáveis, corrosivas.

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Tem duas paixões na vida: viagem e música. Com mais de 30 países na bagagem e muitas histórias em festivais, escolheu os cinco dias acampada na lama do Glastonbury e a mágica de trabalhar no Tomorrowland Bélgica como as experiências mais incríveis que já teve.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome