O que esperar do dia e da noite no Líbano!

I Love Beirut II. Beirut, Lebanon.
Ano passado eu e a Jode tivemos o imenso prazer de sermos convidadas para um casamento em Beirute, no Líbano, de um casal de amigos que mora no Brasil, Chantal e Hubert.
.
Desde o convite, nada parecia mais excitante como conhecer o país das nossas famílias (tanto eu quanto a Jode temos origens libanesas) e entender como o oriente médio realmente funcionava nos dias de hoje (já que a história e o que passava na TV nos assustava um pouco). Então, além do casamento, nos programamos para passar mais 4 dias em Beirute e conhecer melhor a cultura local.
.
Quando chegamos lá, em Julho de 2015, uma das primeiras coisas que entendemos foi: a cidade é dividida em duas partes, a região dos muçulmanos e a dos católicos. Em algumas partes, como no centro, eles até se misturam, mas como o estilo de vida e cultura são completamente diferentes, não tem como a convivência ser tão intensa.
..
Como o casamento que fomos era católico, ficamos a maior parte do tempo desse lado e conseguimos aproveitar muito o que a cidade nos oferecia, além de perceber que eles tem hábitos e estilo de vida muito parecido conosco.
.
Então vamos destacar os lugares que mais gostamos de conhecer, incluindo as melhoes baladas do Líbano, e que com certeza nos deixaram com vontade de voltar, começando é claro pelo nosso forte, a noite:
.
BARES E BALADAS:
.
B018:
Certamente a balada mais conhecida e ao mesmo tempo underground da cidade, o club tem um formato bem peculiar: fica no subsolo de um estacionamento e quando a festa está no auge ou amanhecendo, o teto abre e o clima fica incrível. DJs renomados geralmente de techno, minimal e house passam por lá durante todo o ano e está sempre lotado! A entrada custa em torno de USD$20, que valem muito a pena.
Líbano

Líbano

Le Caprice:
Uma opção boa pra comer e fazer um esquenta pra balada é a Le Caprice, um bar com um deck de frente pra praia onde rola DJ tocando músicas comerciais, e uma galera bonita e arrumada. Pagamos uma consumação de USD$50 que foi suficiente para alguns drinks e shots.
Líbano

Líbano

 
Gemmayzeh Street
Uma rua super agradável, cheia de bares em uma região central de Beirut. Ótimo lugar pra tomar uma cerveja Almaza, fumar shisha e curtir música nos pubs mais animados ou ficar conversando na calçada.  
Líbano
 
PASSEIOS:
Mohammad Al-Amin Mosque
Impossível passear pelo centro de Beirut e não reparar na Mesquita Mohammad Al-Amin. Seu tamanho e beleza chamam muito a atenção e a curiosidade para entrar é quase incontrolável. Mas cuide com os trajes que estiver usando, principalmente se for mulher. Cubra o máximo do corpo possível. Isso serve também pra andar nas ruas centrais, onde é comum cruzar com muçulmanos.
 Líbano
  
Teleferique
Uma forma de conhecer a Lady of Harissa, é subindo pelo Teleférico, que liga baía de Jounieh à Harissa com um cabeamento de 1.570m de comprimento. A experiência da subida vale tanto quanto chegar no topo, com um visual de tirar o fôlego do mar mediterrâneo. Por azar, subimos bem as 18h, horário que o sistema público desliga a eletricidade da cidade e cada um deve ter seu próprio sistema elétrico. Sem saber disso, ficamos presos a uma altura bem considerável! Um belo susto que durou uns 2 minutos!!
Líbano
 Líbano
 
Jeita Grotto
Se quiser tirar um dia pra um passeio fora da cidade, super recomendamos ir à gruta de Jeita, a 18 km de Beiute. O local é um complexo de duas cavernas onde foram construídos caminhos de barco e a pé para conhecer sua paisagem hipnotizante, cheia de estalactites (a maior do mundo fica lá) e águas azuis.
 Líbano
Beirut Souks
Se você quer conhecer um lado mais moderno de Beirute, no meio de tantos lugares com visual pós-guerra, aqui você encontra um espaço agradável pra passear e fazer compras. Os preços não são baratos, mas além das lojas de marcas internacionais, você pode encontrar  itens interessantes pra recordar da cidade.

Líbano

Mesmo ficando apenas 5 dias em Beirute, a paixão pelo lugar foi imediata e dava pra continuar enumerando lugares e motivos pra visitar a capital libanesa. A comida também foi algo de importante destaque. Sentar em um restaurante típico e comer homus e baba ganoush com pão sírio foi um prazer difícil de descrever, por mais simples que pareça. As minhas origens podem ter mexido com as sensações lá, mas mesmo estando tão longe do Brasil, me senti super acolhida pela cidade!
Líbano

Líbano

Líbano

Líbano

Líbano

Leia Também:

https://wegoout.com.br/dicas-do-que-fazer-no-chipre/

Administradora paranaense, morou alguns anos em São Paulo e adora as várias opções de festas e eventos que a cidade oferece. É viciada em festivais, não tem medo de encarar um sozinha! Já passou por mais de 15 fora do Brasil, como Creamfields (UK), SXSW (Austin), Coachella (CA), Ultra (Miami e Croácia) e Mysteryland (NL). Divide suas paixões musicais entre techno e indie rock!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here