Dicas: o que fazer no Chipre

Convenhamos que o Chipre não é um dos destinos mais comentados do mundo, não é não? Então, antes de te ajudar com dicas de o que fazer no Chipre, vamos te ajudar a entender onde ele fica situado, fica aqui ó (ainda na Europa, embaixo da Turquia, do lado do Líbano):
o que fazer no Chipre
. 
A ilha surgiu no nosso roteiro de forma bem espontânea. Fomos para um casamento no Líbano ano passado (se tiver curiosidade, confira como foi aqui!), e na busca de quais lugares visitar para emendar uma Eurotrip, achamos uma ilhazinha. Segundo o Google, nela tinha uma cidade chamada Ayia Napa, internacionalmente conhecida pelas praias paradisíacas e festas. Depois de ver as fotos tivemos certeza que valia a visita:
o que fazer no Chipre
.
Fomos para lá em julho, no meio do verão. Nosso roteiro incluía 3 dias na ilha, chegando em Larnaca e de lá pegando transporte (no nosso caso um taxi) para mais 40km até Ayia Napa.
.
Bem antes de ir tínhamos procurado melhores opções para ficar, e foi uma surpresa quando descobrimos que na cidade quase não tem hostel. A maioria são hotéis, e eles são bem divididos entre hotéis mais luxuosos e caros, e hotéis mais baratos cheios de jovens e festas. Obviamente escolhemos a segunda opção e ficamos no Evabelle Hotel Apartments.
.
O Hotel não ficava tão perto da praia mais famosa (Nissi beach), mas ficava a uma curta distância de caminhada das principais ruas de festas e baladas da cidade. 
.
No primeiro dia fomos almoçar e passear até a Mandi beach, para procurar quais eram as melhores opções de festa para a noite. Achamos uma balada, open bar (porém com o tema tinta neon), em um lugar chamado Ice Club, e que parecia o melhor custo benefício.
o que fazer no Chipre
. 
Fomos um pouco antes para a rua onde rolava a noite da cidade e descobrimos a razão da cidade ser conhecida pelas festas. Chegamos em uma rua enorme, com vários bares um do lado do outro, com mil promoters gritando ofertas e tentando te levar para dentro. Pareceu muito com Cancun, mas com mais bares em uma rua menor, e um dos lugares que estava bombando era o famosíssimo Senior Frogs, que nem sabíamos que tinha no Chipre!
o que fazer no Chipre
. 
Sentamos em um dos bares e era tudo bem barato. Dava para fechar um pacote de 10 euros com 1 litro de bebida mais 3 shots para cada (estávamos em 3). Achamos as bebidas bem fracas (muito em razão do preço, não tinha como ser tão boas hehe) e já começamos a reparar que o clima da cidade era um pouquinho diferente do que imaginávamos. Muitos, MUITOS jovens (leia-se de 15 a 18 anos) andando na rua, gritando, fazendo pub crowl… todos com aquelas camisetas de feirinhas (nada contra, mas achamos que era uma vibe arrumada para a balada) “vim pra ayia napa lembrei de você” “I’m in Ayia Napa bitch” e fazendo muita, muita bagunça. Parecia um verdadeiro Spring Break.
o que fazer no Chipre
 
Saímos do bar e entramos na balada e aí sim foi um susto completo. A festa estava MUITO cheia, e a média de idade, chutando alto, era 18 anos. Só tínhamos nos três perdidas com o pessoal de férias da faculdade. Para completar, a festa neon não é igual no Brasil que tem tintas e as pessoas vão passando. Tinham dois palhaços no palco com duas bazucas ligadas a dois BARRIS de tintas (quando eu falo bazuca e barril, eu juro que não estou dramatizando – vide foto abaixo), molhando a galera que essa altura já estava completamente bêbada e suja! Resolvemos entrar no clima e beber mais para aproveitar um pouco (atrás do palco, fugindo das tintas) e não jogar a grana que tínhamos gastado para entrar na balada para o alto. No fim, deu para conhecer outras pessoas (muita gente do mundo inteiro, principalmente Europa e Ásia) e se divertir.
o que fazer no Chipre
.
No outro dia acordamos e fomos para a famosa Nissi beach. Sinceramente, achei mais bonita nas fotos do que pessoalmente. A agua é clara, mas nada que bata Cancun, e para ficar nas cadeiras de praia tinha que pagar (pratica comum, mas em euro dói mais!) e o barzinho mais animado da praia tocava música mas com pouca gente realmente fazendo festa.
o que fazer no Chipre
. 
A noite fomos procurar festas que tivessem uma média de idade um pouquinho maior, mas foi difícil de encontrar! Tinham alguns clubs muito fancy, com ricos e modelos como o Soho Club, mas nenhum parecia garantia de uma noite divertida. Acabamos indo para o The Castle Club. Tinham três pistas, a música estava boa, mas mais uma vez a média de idade foi de 18 anos. Entendemos que esse não era um fator que podia ser alterado nas noites de balada na cidade.
o que fazer no Chipre
 
Em resumo, descobrimos que o Chipre é uma ilha com. praias bonitas, e muito conhecida pelos turistas da região. Mas o foco, pelo menos de Ayia Napa, é de jovens que ainda estão fazendo faculdade!! Então se você procura festas e tem 25+, talvez você se decepcione um pouco com a vida noturna. Se você não ligar para idade, a cidade tem mil opções de bares e baladas a preços acessíveis, rolando todos os dias. Vai do gosto do freguês!
.

O que esperar do dia e da noite no Líbano!

Tem duas paixões na vida: viagem e música. Com mais de 30 países na bagagem e muitas histórias em festivais, escolheu os cinco dias acampada na lama do Glastonbury e a mágica de trabalhar no Tomorrowland Bélgica como as experiências mais incríveis que já teve.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here