O italiano Petri destaca a importância da criação da Laguna na sua formação como artista

Petri

Figura ativa no cenário eletrônico curitibano e dono de uma assinatura musical única e sofisticada, Petri é um dos nomes que representam o Deep e o Minimal House na capital paranaense. Embora seja italiano de nascença, foi no Brasil que encontrou um laço maior com o Dance Music, inspirado nas sonoridades genuínas brasileiras e na atmosfera tropical que o clima daqui proporciona.

Na ativa no meio musical desde 2014, a trajetória de Petri se inicia junto a uma label party que hoje se consagra como uma das maiores expoentes do país, seja através de seus eventos sempre de muita qualidade ou por meio de seu catálogo inspirador, que leva assinaturas de grandes artistas do meio nacional e internacional.

Estamos falando da Laguna, marca que exala uma identidade peculiar e que desempenha um papel altamente importante na representatividade da música eletrônica nacional mundo afora. E o papel transformador da Laguna não cabe somente ao cenário externo à própria marca, mas também se direciona aos seus fundadores e residentes, que viram crescer de perto a imponência de sua trajetória.

Petri conta que, na época em que a festa foi criada, o objetivo era criar um espaço para que ele pudesse tocar e mostrar seu lado como artista. “Lá no começo era mais complicado ter um espaço como DJ, o que felizmente mudou com os dias de hoje, assim a alternativa que encontrei foi montar um evento e tocar nele. Com a ajuda das pessoas certas e de sócios que pensam da mesma forma que eu, a Laguna evoluiu e tornou-se algo sólido, o que me moldou e vem moldando meu som e a minha vida desde 2014. Digamos que a Laguna é ao mesmo tempo a minha filha e a minha mãe”, brinca o DJ.

Com o crescimento da festa, naturalmente, ramificações aconteceram e a label passou a atuar também como gravadora através da Laguna Records. “Sem dúvidas influenciou minha identidade sonora. Com a gravadora, lançamos o som que acreditamos, bem na pegada dos nossos eventos, quem foi sabe o que estou falando”, afirma Petri, sem deixar de reafirmar que a Laguna é, no momento, sua principal motivação para continuar neste mercado tão concorrido. 

por Ágatha Prado

Leia também: The Masquerade de Claptone retorna para sua terceira edição em São Paulo

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

DJ, produtor musical e estudante de publicidade, seu objetivo de vida é emocionar as pessoas e fazer com que elas sintam lá no fundo algo confortante. Seja tocando em festas, produzindo suas próprias tracks ou escrevendo textos, acredita que a música eletrônica tem o potencial único de unir pessoas e trazer bons momentos e experiências inesquecíveis.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome