Saiba mais sobre o Club Jerome em São Paulo

Club Jerome

Em outubro de 2016 foi inaugurado em São Paulo o Club Jerome. De acordo com seus idealizadores, Cacá Ribeiro e Rodrigo Mussolino, o objetivo de criar a casa foi recuperar o clima dos pequenos clubs de música eletrônica que reinavam em SP duas décadas atrás.

A balada alguns dias da semana com festas em sua maioria voltadas ao público LGBT. Na quarta é dia da festa Toilette focada em house, nas quintas acontecem festas esporádicas, sextas a Avec Élégance e também nos sábados acontece a No Mercy, uma festa mais eclética variando entre as vertentes da música eletrônica.

mister ruiz

Club Jerome

Entrando no Jerome você já sente o clima do club. A pistinha é pequena, em formato retangular, e o bar ocupa quase todo lado esquerdo. A dose de gin ou de vodca custa a partir de R$30, a água R$8,00, Red Bull R$20 e a Heineken ou Stella Artois por R$15.

Club Jerome
No dia que fomos no Jerome a atração principal era a DJ Honey Dijon, que já havia tocado em São Paulo no DGTL e sido um dos principais nomes do festival. Mais uma vez a americana não deixou a desejar, e 
fez um set de house que não deixou ninguém que estava por lá parado. 

A casa estava bem cheia mas não tivemos muitos problemas para pegar bebida, filas nos banheiros nem para pagar. O mais importante foi chegar cedo pois a casa costuma lotar nesses eventos com atrações requisitadas e nesse dia não foi diferente.

 

Mais:
Endereço: Rua Mato Grosso, 398 – Higienópolis
Capacidade: 250 pessoas
Chapelaria Gratuita
Censura 18 anos – indispensável apresentação na porta
Telefone: 1126146526

Leia também:
Melhores Bares e Baladas de São Paulo

Melhores bares e baladas de São Paulo

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Tem duas paixões na vida: viagem e música. Com mais de 30 países na bagagem e muitas histórias em festivais, escolheu os cinco dias acampada na lama do Glastonbury e a mágica de trabalhar no Tomorrowland Bélgica como as experiências mais incríveis que já teve.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome