Time Warp BR 2022: como foi a 3ª edição do festival alemão em SP

Time Warp BR 2022

Nos dias 06 e 07 de maio, o Sambódromo do Anhembi foi tomado mais uma vez por uma multidão de amantes de música eletrônica que foram viver o tão esperado Time Warp BR 2022 e presenciaram um espetáculo dividido em dois palcos, durante 26 horas de evento.

Mantendo a identidade industrial da marca alemã, mas com nova configuração dos palcos, o Time Warp trouxe uma atmosfera que estávamos precisando sentir novamente. O evento, que estava com os ingressos esgotados, visto que muitos eram da adiada edição de 2020, trouxe atrações que viajaram por todos os cantos e variedades do Techno e House, encantando, cativando e inspirando o público, numa sensação nostálgica de imersão.

Estrutura

O espaço do Sambódromo do Anhembi utilizado para essa edição foi o mesmo dos anos anteriores, mas dessa vez algumas mudanças fizeram a diferença. O Palco Outdoor foi montado no antigo espaço de praça de alimentação e área de descanso, aparentando um ganho na capacidade de pessoas. Essas duas áreas também tiveram seus tamanhos aumentados, com diversos espaços de puffs e redes na área de descanso patrocinada pela marca Beck’s e uma praça de alimentação com centenas de lugares e mais de 10 food trucks, que ofereciam desde os tradicionais hambúrgueres e batata-frita até opções veganas e doces. O preço das refeições e lanches variavam de R$15 a R$35.

Time Warp BR 2022

O Palco Cave seguiu muito semelhante aos anteriores, mas apresentando uma mudança com bares nas duas laterais e banheiro de fácil acesso. Os banheiros, inclusive, estavam espalhados em diversos pontos do evento e praticamente não se via fila para utilização.

Não houve dificuldade na compra da consumação, pois tinham muitos caixas ambulantes à disposição. Os bares, mesmo com uma capacidade muito grande e espalhados por vários pontos, teve alguns picos de fila, principalmente quando o dia estava despertando e a quantidade de atendentes era reduzida. Outro ponto que pode melhorar para os próximos anos é referente aos copos de plástico que eram entregues as bebidas (drinks, doses e cerveja). Com poucas lixeiras, era notória a quantidade de plástico encontrado no chão ao final de cada dia.

Apresentações

Sexta-feira

Com início às 19h00 de sexta, o palco Cave do Time Warp BR 2022 foi comandado por talentos e lendas do Techno, como Marcel Dettmann, Charlotte de Witte, Nina Kraviz, Kobosil, além dos representantes brasileiros DUE, BLANCAh e Victor Ruiz. Infelizmente, um dos grandes nomes aguardados, Ben Klock, cancelou sua participação dois dias antes do festival, por motivos de saúde. Ao invés do B2B, Dettmann assumiu a pista sozinho.

Time Warp BR 2022

Enquanto isso, no palco Outdoor, um som mais experimental e dançante tomou conta da pista, apresentado por nomes como Palms Trax, Four Tet e Ben Ufo, que variaram das mais distintas vertentes do House, passando por breaks, disco, indie dance e muito mais. Os artistas criaram uma atmosfera verdadeiramente única, e não é exagero dizer que a sonoridade da pista Outdoor quebrou barreiras em solo brasileiro.

Sábado

Como se fosse possível superar a energia do dia anterior, o público chegou ainda mais cedo no sábado para assistir as apresentações. Depois de um set dançante que trouxe o melhor do Disco, com direito à muitas mãos para cima e cantoria com Folamour, chegou a vez de um dos Live Acts mais aguardados no Palco Outdoor, o alemão Monolink. Com uma performance cheia de hits que englobam guitarra, teclado e vocal (tudo feito pelo artista), certamente foi o auge de público na pista externa nos dois dias. Na sequência, a energia se manteve lá em cima com o duo Bob Moses, que apresentou um Club Set empolgante, sem deixar de fora suas composições Desire, Tearing Me Up, The Blame, entre muitos outros sucessos.

Time Warp BR

Em paralelo, o palco Cave foi dominado por Giorgia Angiuli com seu live set sempre impecável, envolvente e emocionante, ao mesmo tempo muito potente e cheio de energia, Maceo Plex que não fez por menos e trouxe sua estética sempre intensa, mas sem dúvida os nomes da noite de sábado na pista indoor foram Sven Väth e Reinier Zonneveld. O “Papa”, como é carinhosamente chamado pelos fãs, apresentou um set de três horas, extremamente bem construído, crescente, dinâmico, amplo e muito poderoso, não é à toa que Sven Väth recebe o apelido. O set de encerramento do Palco Cave ficou sob responsabilidade de Reinier Zonneveld, que surpreendeu ao entregar um set consciente, com muita potência mas que ao mesmo tempo tinha equilíbrio, o que manteve a pista quente durante todo o set.

Depois de dois dias intensos de festival, parte do público ainda encontrou forças para curtir as 12h de Afterparty, que aconteceu na Praça das Artes e teve a rainha Eli Iwasa, L_cio, Steffi x Virginia, a lenda Sven Väth e Reinier Zonnerveld, fechando o Time Warp BR 2022 com chave de ouro.

Depois de dois anos sem Time Warp, podemos afirmar que o festival entregou tudo e preencheu os corações do público que aguardava ansiosamente por um evento tão completo como esse. Agora é só se planejar, pois a próxima edição já está confirmada para os dias 05 e 06 de maio de 2023.

Leia Também: DGTL São Paulo 2022: saiba como foi o esperado retorno do festival!

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas, clique aqui!
- Confira nossos grupos exclusivos de WhatsApp aqui!

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Co-fundadora do We Go Out, Bruna se divide entre Curitiba, São Paulo e viagens pelo mundo em busca dos melhores festivais de música eletrônica. Já passou por mais de 20 fora do Brasil, como Tomorrowland, Creamfields, Ultra, Coachella, Sónar e DGTL. Apaixonada por Techno e House Progressivo, não consegue ficar muitos dias sem uma boa festa!

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome