Primeira edição da festa Tomorrow We Dance traz o grego Echonomist

Tomorrow We Dance Echonomist

Tomorrow We Dance é uma nova label party idealizada Antonio Kheirallah e desenvolvida com a mentoria de D-Nox por que promete exaltar a cena underground da música eletrônica, apresentando ao público nomes importantes do circuito que ainda não são muito conhecidos no Brasil, e estreia com o grego Echonomist.

Marcada para o dia 19 de março, a primeira edição da Tomorrow We Dance apresenta um B2B entre Diogo Accioly e Diego Moura, figurinhas carimbadas na noite paulistana, no icônico D-EDGE. O DJ e produtor grego Echonomist, que trouxe para o cenário mundial um estilo de som sensível e potente, fato que o levou aos maiores labels do techno e house melódicos, como Afterlife e Innervisions. O artista também tem música em parceria com o projeto dinamarquês Who Made Who, que passou pelo Brasil recentemente e lançou no ano passado uma das edições do Cercle mais aclamadas, em Abu Simbel, no Egito. 


Para fechar a seleção de artistas confirmados na primeira edição do Tomorrow We Dance, temos Keith Holland, Lati e On Soul, ambos do selo Dance Different, composto por jovens entusiastas da cena eletrônica que tem movimentado alguns eventos na noite de São Paulo. 

O objetivo do Tomorrow We Dance é atingir um público mais underground, tanto na música, quanto na cenografia, além de projetos de arte que serão envolvidos no evento. Uma das referências e inspirações de Kheirallah foi o S.O.M Festival, realizado recentemente no Carnaval, em Trancoso, que trouxe nomes como Seth Troxler, Bedouin, Damian Lazarus, Patrice Bäumel, entre outros.

kalla orbis

Leia também: HOLO, espetáculo audiovisual de Eric Prydz, chega ao Brasil em Outubro

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas, clique aqui!
- Confira nossos grupos exclusivos de WhatsApp aqui!

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

DJ, produtor musical e graduado em Comunicação Social pela ESPM SP, seu objetivo de vida é emocionar as pessoas e fazer com que elas sintam lá no fundo algo confortante. Seja tocando em festas, produzindo suas próprias tracks ou escrevendo textos, acredita que a música eletrônica tem o potencial único de unir pessoas e trazer bons momentos e experiências inesquecíveis.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome