Tomorrowland | É possível se emocionar em um festival virtual?

Tomorrowland Digital

Desde que tivemos o impacto do primeiro cancelamento de uma festa, no caso a Afterlife em SP, ainda em março deste ano, nós não tínhamos ideia de como esse seria um ano totalmente diferente nas nossas vidas. Aos poucos nós fomos entendendo que não ia passar rápido, que precisávamos nos reinventar e nos acostumar ao entretenimento online. Sets, shows, festas, festivais… toda semana uma atração diferente ajudando a superar esse momento tão tenso na vida de todos.

Os eventos online começaram como simples lives: uma câmera, um dj, uma mesa de som e era isso. Ao longo dos meses viemos nos surpreendendo com a inovação. Foram poucos dias até o ambiente ter um visual incrível, várias câmeras e produções complexas. Nunca se ouviu tanto falar em Twitch, Zoom, BeApp e várias outras plataformas que trazem muito mais do que música, mas também experiências para o público se conectar.

Para os apaixonados por festas, festivais e viagens, depois da tristeza do cancelamento de tantos eventos pelo mundo, veio a oportunidade de curtir alguns festivais com grandes artistas durante o final de semana, e neste texto, queremos destacar um que com certeza marcou a nossa quarentena, o Tomorrowland Around the World.

Tomorrowland Festival Virtual

A versão digital do festival foi anunciada de uma forma como não esperávamos. O primeiro impacto foi o ingresso – realidade ainda não tão difundida no meio virtual. De cara, todo mundo receoso: “mas será que vale a pena pagar?”. O valor de 20 EUR pode não ser muita coisa para muitos, mas para nós, brasileiros, com a conversão de moeda não tão favorável, foi o suficiente para gerar a dúvida.

Quanto mais perto chegava dos dias do festival, mais e mais pessoas se manifestavam que tinham comprado o ingresso. Quem conhece o Tomorrowland entende a capacidade do evento de conquistar e surpreender. Quem ainda não teve a oportunidade, viu nessa chance a possibilidade de se sentir parte do “People of Tomorrow” e ter um pouco da experiênca belga em casa.

Na sexta-feira a ansiedade era grande. Nós fomos nos últimos três anos como imprensa oficial do festival na Bélgica e pela primeira vez fomos “digital press” neste evento. Apesar de estar em casa, queríamos sentir a energia do Tomorrowland. Montamos nossa barraca no quintal para nos sentir no Dreamville, fizemos uma placa de localização dos palcos, decoramos a sala com luzes, máquina de fumaça, bandeiras e todos os itens que tínhamos do festival.

Quando tudo começou, a primeira coisa que impressionou foi a riqueza dos detalhes. A ilha era muito bem feita – clara durante o dia, escura durante a noite. As apresentações mudavam conforme o horário do dia e, cada um dos 280 mil avatares criados reagiam diferente nos sets de cada artista. Assim como na vida real, o maior problema do festival foi a dúvida de que dos oito maravilhosos palcos ficar, e qual artista assistir.

Produção, detalhes, visual dos palcos, sets, efeitos… tudo impecável. Oura coisa boa foi que tudo isso rodava direto do site do Tomorrowland em diferentes dispositivos, sem que exigisse grande capacidade de internet ou memória para a entrega do evento.

Mas o que levamos dessa experiência? Uma vibe diferente que não tínhamos vivido em nenhum outro evento online. Foi MUITO incrível nos conectar com tanta gente de lugares diferentes vivendo na mesma sintonia. Além do dia todo comentando os sets nos grupos, do “me encontra no bar”, “bora pro main que vai começar Kölsch”, dos afters e de toda sinergia que rolou entre os brasileiros, também foi muito maravilhoso receber comentários no instagram e nos grupos do Facebook com “we are here in Germany”, “Greetings from Spain” ou “Love from Canada”. Acompanhar o mundo inteiro produzindo suas casas, compartilhando os melhores momentos e a mesma vibe foi sensacional.

Quando a gente volta do Tomorrowland, o que a gente sempre fala é que a experiência é muito diferente de qualquer outro festival. E mais do que nunca, depois de todos os momentos que vivemos neste último final de semana, o que ficou marcado mais uma vez foi o senso de comunidade e a vibe que quem ama o festival cria. Mal podemos esperar pelo Tomorrowland 2021 para se emocionar mais uma vez, abraçar os amigos e sentir a energia de todo mundo junto novamente.

Vejam também o depoimento de uma galera que participou, curtiu, e fez toda diferença na nossa experiência:

Mari Sanches (@marimsanches)

Engraçado como ainda nos surpreendemos com a capacidade dos organizadores da Tomorrowland, e toda a equipe envolvida, de entregar experiências inesquecíveis. Gastar dinheiro com um festival online foi um risco, ainda mais considerando a cotação do euro. No entanto, acredito que, principalmente para quem já viveu uma Tomorrowland, jamais houve dúvidas de que seria algo bom.

Porém, uma coisa é entregar algo bom e outra é entregar tamanha experiência a ponto de fazer pessoas se emocionarem, arrepiarem e pularem sem sair de casa, em frente a uma televisão ou notebook. A Tomorrowland Around The World foi, ao menos para mim, o máximo que um festival digital pode entregar, mas que, na realidade, eu até 12h59 do dia 25/07 sequer sabia que era possível.

A Tomorrowland permitiu, ao mesmo tempo, matar um pouco da saudade e ainda aumentar. Matar a saudade daquilo que nos une: a música eletrônica. E aumentou a saudade daqueles momentos especiais dos shows em que sentimos a verdadeira união, como ao abraçar os amigos e dizer o quanto eles são importantes; ver bandeiras desconhecidas e achar incrível como a música chega a tantos cantos do mundo; e ser tomado pelo sentimento de alegria por reconhecer o privilégio que é poder estar ali.

Obrigada por me permitir recarregar as forças, Tomorrowland. Não vejo a hora de substituir os bonequinhos e cantar junto com a galera no Mainstage

Wagner Utrilla (@wagner_na)

Bom, pra falar sobre esse assunto não consigo ser imparcial. A Tomorrowland é um sonho pra mim e pra muitas pessoas ao redor do mundo, infelizmente vivemos nessa situação bem melancólica, mas o nosso festival preferido quis renovar nossas energias com essa OBRA PRIMA feita com muito carinho e dedicação totalmente aos seus fãs.

Foi surpreendente a organização desse evento, diferente de todos já vistos. Com certeza a Tomorrowland deixou um gostinho de quero mais em cada pessoa que tirou um pouco do seu tempo pra assistir e apreciar seus djs favoritos.

Eu costumo falar que a Tomorrowland nunca decepciona, e não foi o Covid-19 que atrapalhou os planos deles. Foi maravilhoso, mágico e surpreendente a estrutura de todo o planejamento. A Tomorrowland já deixou de ser um festival e virou um mundo paralelo de energia positiva e alegria das Pessoas do amanhã (People of Tomorrow).

Rafael Julio (@rafael.julio_)

Como amante da música eletrônica que tem o sonho de ir para este lugar surreal que é a Tomorrowland, eu sempre acompanho através do youtube para de alguma forma estar lá.

Neste ano o festival me surpreendeu muito com esse formato virtual devido as condições atuais, dando uma imersão totalmente diferente do que só dar o play, e transformando o festival em uma ilha virtual aonde você podia navegar pelos vários palcos podendo ter a sensação de estar lá curtindo com seu estilo e sua vibe.

Manter também interações diversas e não esperadas trouxe um grande diferencial, como efeitos visuais e sonoridades impecáveis, tornando assim um festival virtual super focado em trazer uma experiência magica e imersiva a todas as pessoas do amanhaã ao redor do mundo e me fazer cada vez mais ir em busca de viver este sonho.

Lorena Albuquerque (@lore_adc)

Foi incrível como o Tomorrowland Digital conseguiu nos transportar de volta pro mundo de magia, música e celebração que já representa pra nós! Por inúmeras vezes me senti em casa (sim! Essa é a sensação de estar lá!) outra vez relembrando os dias mais felizes da minha vida. Sorri, pulei, dancei, cantei, me surpreendi, me emocionei! Sem dúvidas, é muito mais que um festival!

Bruno Zuccari (@brunozuccari)

A experiência com a edição virtual da Tomorrowland foi algo realmente incrível e surreal conseguindo me surpreender de uma forma que não esperava, até por ter tido a experiência real ano passado. Tirando o fato do virtual, todo o restante foi ao nível de sempre, dos mínimos detalhes dos palcos até toda a tematização ao redor, a organização para entregar uma experiência única, cuidados com toda a parte sonora dos shows para criar uma atmosfera que se a gente fechasse os olhos seria como estar lá realmente.

E falando dos shows, está difícil escolher o melhor, até porque com um line up daquele já era de se esperar isso. Além disso, a entrega por parte dos DJs foi algo realmente fantástico, com o som no último em casa era como se estive no front pulando insanamente. Eles realmente cumpriram com a afirmação de entregar algo jamais visto e que vou levar sempre comigo a lembrança do fim de semana da Tomorrowland de 2020! Vale citar também toda a euforia compartilhada durante todo o evento e os afters com a galera da We Go Out Together, tornando tudo muito mais legal.

Suellen (@sulelen)

Fiquei super animada com a versão digital do Tomorrowland. Comprei o ingresso, reservei para o final de semana um flat na praia e fui aproveitar. Fiz decoração, luzes de Led e tudo que pudesse me aproximar mais ainda da atmosfera do festival. Foi surpreendente toda a tecnologia utilizada. Ver os diversos artistas sem ter o desgaste físico do deslocamento dos palco, foi um brinde. Conseguir comentar pelo Zoom e grupos de WhatsApp agregou na diversão. Marcar os lugares pra encontrar a turma também foi muito legal. Aguardando ansiosa pra ter essa experiência ao vivo.

Henrique (@henrymorais)

Eu ainda nunca participei de nenhuma edição do Tomorrowland e pra mim essa experência do Tomorrowland Digital Festival foi sensacional. Os comentários de quem já participou no grupo We Go Out foi como se a galera estivesse no Tomorrowland fisicamente. A vibe do Tomorrowland digital festival é surpreendente recomendo 😁👍🏼🇧🇷!

Débora (@deboraozello)

Eu adorei a experiência do tomorrowland virtual! A seleção dos djs estava incrível e os palcos impecáveis. Poder escolher o palco que queríamos ficar e a energia de todos os DJs e artistas que se apresentaram realmente foi o grande diferencial.

Juliana Lopes (@ju_sepol)

Assim que saiu que ia ter Tomorrowland virtual eu fiquei pensando se compraria ou não, afinal era pra eu estar lá, e ver de casa ia me deixar meio deprê. No final acabei comprando e foi a melhor experiência de um festival virtual, com sets maravilhosos e palcos lindos que nem pareciam virtuais.

Lucas (@lucas_chagas13)

Depois de terem cancelado a edição na Bélgica esse ano, poder viver o festival digital por completo fez eu me sentir muito realizado e me deixou ainda mais ansioso para viver a Tomorrowland em 2021.

Tomorrowland Festival Virtual

Leia também: Mais de 1 milhão de pessoas assistiram ao Tomorrowland digital. Confira os números!

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

Tem duas paixões na vida: viagem e música. Com mais de 30 países na bagagem e muitas histórias em festivais, escolheu os cinco dias acampada na lama do Glastonbury e a mágica de trabalhar no Tomorrowland Bélgica como as experiências mais incríveis que já teve.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome