We Go OUT NOW 2021 | Lançamentos da Semana #47 com ZAC, Öwnboss, Bauhouse, Pirate Snake e muito mais!

Lançamentos ZAC

Se você gosta de ficar por dentro das novidades da música eletrônica, aqui é o seu lugar. Toda semana, selecionaremos alguns dos melhores lançamentos de produtores nacionais e internacionais. Essa semana é a vez da We Go Out NOW 2021 #47!

Quer participar do nosso grupo exclusivo de DJs e produtores? Clique aqui! Para nos mandar uma sugestão de lançamento é só preencher esse fomulário! Quem sabe a sua track entra nos destaques e na nossa Playlist!


“Under The Stars” (ZAC & Skapi Remix) – Antdot, MING e Danielle Parente, ZAC, Skapi

Foi muito interessante poder trabalhar com um menino de 19 anos, ele é muito esforçado e isso faz com que ele seja efetivo no que faz. Ver a motivação do Skapi em fazer um som comigo é muito irado, a versão original já é bem tocada e o nosso remix ficou muito forte. Valeu cada segundo ter colaborado com ele.” conta ZAC. Leia mais!


“All I Want” – Öwnboss, Hugo Doche

“All I Want” é uma música introspectiva e energética ao mesmo tempo, com uma harmonia delicada, violinos em ponta de acordes, sintetizadores com timbres psicodélicos que dialogam com uma bateria de tech house e um driving bass que empurra a música pra frente. É sempre gratificante em uma collab quando se consegue mesclar, com muito bom gosto, nossas identidades como produtores” conta Hugo Doche. Leia mais!


“Bote a Bomba” – FeelGood, IANNA

“Sempre que a IANNA chega da escola, ela corre pro meu estúdio, e depois que demos início a essa brincadeira, ela literalmente fez algumas sessões de estúdio comigo, fazendo a coprodução da faixa, dando palpites e as pitadas de alegria da música. É por isso que decidi lançar como collab e não apenas feat.” conta FeelGood. Leia mais!


“Passport” – Bauhouse

As faixas têm estilos variados, com elementos de todos os tipos de gêneros entre House e Techno, bem como referências do Disco, Funk Music, Soul e Jazz. Todas as tracks são uma batida four to the floor, mas dependendo da música, você pode se surpreender com uma sonoridade mais quadrada e outras que usam swing (human feel), dando o groove da música. Leia mais!


“Melosa” – Pirate Snake, Arn

Em um Tech House quente, a track se destaca por ter um groove rebolante e sem igual. “As meninas na pista adoram quando toco. Sabe aquele calor que a gente sente quando dança com vontade? É sobre isso”, relata. Leia mais!


“V.A NuBaile V01” – Vários Artistas

“Unir estilos é uma arte. Não adianta simplesmente misturar elementos ou um vocal de funk em uma batida que você já está acostumado a fazer e que já existe no mercado. A gente busca o novo, aquele som com um tema muito bem trabalhado, onde o ritmo do funk casa perfeitamente com o beat, de um jeito que traga um aspecto brasileiro, e que o ouvinte possa tanto dançar como se estivesse ouvindo um funk como fritar como se estivesse ouvindo uma eletrônica. Lembrem-se que o Tech Funk é a mistura dos estilos durante a música toda. O artista não deve se limitar na hora de misturar, quanto mais junto, melhor”, afirma Enrico Martinez, A&R da label. Leia mais!


“Ashes” – Timmo Hendriks, Robbie Rosen

A faixa é uma abordagem mais profunda do som característico de Hendriks, mas ainda atinge todas as sensações na medida certa. As melodias animadas de abertura e as letras esperançosas levam a um break animado e arrepiante com linhas de baixo que reverberam.


“Heartbeat” – French Braids, George Maple

Trazendo a música para a vida de uma maneira diferente, o solo de piano de French Braids e George Maple transforma “Heartbeat”. Comovente, esta versão cumpre o potencial emocional da música desde a primeira tecla até o tom final.

CONFIRA MAIS:

- Para receber cupons de desconto e mais informações sobre festas e festivais de música, clique aqui
- Para participar dos nossos grupos exclusivos de wsapp e receber as novidades em primeira mão, clique aqui

- Siga também nossos perfis no Instagram: @bruejode e @wegoout

DJ, produtor musical e estudante de publicidade, seu objetivo de vida é emocionar as pessoas e fazer com que elas sintam lá no fundo algo confortante. Seja tocando em festas, produzindo suas próprias tracks ou escrevendo textos, acredita que a música eletrônica tem o potencial único de unir pessoas e trazer bons momentos e experiências inesquecíveis.

Comente aqui:

Comente aqui!
Por favor, preencha com seu nome