Entrevista

Não perca essa dica: Boghosian indica músicas perfeitas para sunsets

Bruna Antero

Bruna Antero

16 de julho de 2020

Não perca essa dica: Boghosian indica músicas perfeitas para sunsetsEntrevista

No quadro Não Perca Essa Dica, nós convidamos artistas e pessoas influentes da música eletrônica para nos contarem algumas curiosidades sobre suas carreiras, gostos musicais, dicas e referências para que vocês possam conhecer um outro lado, que não seja só o que eles apresentam em cima do palco.

Depois de Kaká Franco compartilhar alguns sons que ele costuma ouvir quando está “desconectado” da sua rotina profissional, convidamos outro DJ que é um mestre na arte da seleção musical: Boghosian! Com mais de 20 anos de carreira, ele já foi eleito 3x como o melhor DJ do Brasil e há muitos anos é residente do super Warung Beach Club.

Boghosian tem a capacidade de assumir tanto warm ups quanto closing sets, sempre consciente do trabalho que precisa apresentar. Então, desta vez, nós o convidamos para nos indicar algumas faixas que combinam com o momento de sunset, quando o sol vai se escondendo e o céu dá seu espetáculo de cores — portanto, recomendamos ouvir essas músicas entre 17h e 19h, dependendo do lugar onde você está!

Boghosian

Boghosian:

Qualquer que seja a sua fé, e mesmo que você só acredite na física, é inegável a energia que o sol exerce sobre nós. O pôr do sol é um momento de transição para noite, quando a natureza se aquieta e o ser humano se acalma. É um momento místico, ideal para ouvir músicas profundas.

Para mim, o pôr do sol em cima do mar é um dos espetáculos mais lindos da terra. Curiosamente, desde o início das festas em Ibiza na década de 70, ou Goa na década de 80, e até Punta del Este na década de 90, os pores do sol no mar sempre estiveram ligados a cultura clubber.

Tem um DJ que me influenciou muito e que pode ser considerado o rei dos pores do sol, José Padilla. Ele foi durante muito tempo o residente do Café Del Mar, que foi nos anos 90/00s o hotspot para quem queria ver o pôr do sol na ilha (hoje em dia já tem lugares mais legais como Sunset Ashram ou Experimental Beach). Além da residência, ele criou a coletânea de CDs do Café Del Mar que foram épicas. Se não escutou, escute, foi a trilha sonora de uma boa parte da minha vida.

https://www.youtube.com/watch?v=Ov5532GrgVo

Por tudo isso, não consegui escolher só 5 músicas então acabei fazendo uma playlist com 10, e poderia incluir mais 50, mas aqui vou falar de 5 para não me alongar muito:

Pink Floyd – The Great Gig in the Sky 

Começando pela não eletrônica e talvez mais épica de todas. Uma viagem pelo céu composta por uma das melhores bandas de todos os tempos. Uma mistura de acordes de piano e vocais gritados ou sussurados muito única e completamente psicodélica. De acordo com o tecladista do Pink Floyd, Rick Wright, representa a transição entre a vida e a morte.

https://open.spotify.com/track/2TjdnqlpwOjhijHCwHCP2d?si=tsQDoJI8RVqChVqN6U0_lA

Moby – Porcelain 

Pra mim a música mais bonita composta pelo icônico artista de downtempo/eletrônica, “Porcelain” tem um tom melancólico incomparável. A música narra um término de relacionamento e tem vocais do próprio artista, mas o protagonista aqui é o piano melódico que entra e sai e responde aos vocais. Um hino.

https://open.spotify.com/track/1hEh8Hc9lBAFWUghHBsCel?si=O7lj16BqR0aWQzQE9LI6ZA

Bent – Swollen 

Bent é um duo inglês de electronica/downtempo dos anos 2000 e pouco conhecido nos dias de hoje. Essa música ficou conhecida por ser um dos destaques da última edição da coletânea Café Del Mar mixada pelo José Padilla, o volumen siete. É uma música especial e parece que os vocais da Zoe Johnston te abraçam. Essa track tem também um remix do lendário François Kevorkian.

https://open.spotify.com/track/59irMF6BIyxXmjuPgVSCsj?si=zSt3ZjE9RDGfPkOa_afeWw

https://open.spotify.com/track/3F8kRjHE3Q6VZqbYjTV3A3?si=ZGx5occ3Q82q5uP9XKW0Hg

Pachanga Boys – Time

É a mais animada da playlist, e também a mais recente. Esse "hit" do Burning Man de alguns anos atrás é um deep house progressivo que vai se tornando mais e mais emocionante. Os vocais repetem as palavras "Lost track of time" e é exatamente isso que acontece quando você escuta, perde a noção do tempo. 

https://open.spotify.com/track/6J3aUG1y0zSJXOnsLhx41h?si=EBoJm7H3TS2tw2SVHgy3hg

John Beltran – Prestavka 

A última música é muito menos conhecida do que todas as outras. É um lado b de dois minutos de um álbum desse artista talentosíssimo e versátil, em um selo de Techno de primeiríssima qualidade chamado Delsin. O motivo de ter escolhido essa música é pelo estilo ambient. Música ambient não é muito conhecida nos dias de hoje, mas é a trilha perfeita pro momento exato que o sol some do horizonte. Minimalista, não contêm nada de bateria, apenas “camas”/harmonias lindas e pacíficas, quase um mantra.

https://open.spotify.com/track/0jleeW8dK5BqyoyiW7mAQT?si=BNJeqOmwRHyHK2ATmw3rLA

Gostou das dicas? Aproveite para seguir a Playlist This is Boghosian no Spotify!

Leia Também: Veja também nossa agenda completa de sets, festas e festivais online

Bruna Antero

Bruna Antero

Pós-Graduação em Engenharia de Marketing (USP); Graduação em Administração (UFPR PR); 13 anos de experiência nas áreas de marketing, trade e vendas. Onde encontrar: em algum palco underground explorando novos artistas e em alguns afters

CONFIRA MAIS

Ler mais

NOTÍCIAS RELACIONADAS