Festa

Closer, label party de Eli Iwasa, inicia o ano de 2024 no D-EDGE Rio

Laura Paro

Laura Paro

18 de dezembro de 2023

Closer, label party de Eli Iwasa, inicia o ano de 2024 no D-EDGE RioFesta

A label party Closer, de Eli Iwasa, tem lineups 100% femininos e está prestes a estrear no Rio de Janeiro. Marcada para o dia 20 de janeiro, um sábado, a festa vai rolar no D-EDGE Rio, clube recém-inaugurado na Cidade Maravilhosa dentro do Centro Cultural D-EDGE, na Zona Portuária da capital fluminense.

O lineup apresenta Joyce Muniz, DJ, produtora e cantora brasileira baseada em Berlim com mais de duas décadas de trajetória, lançamentos por selos como Get Physical, K7! e Permanent Vacation, e collabs com nomes que vão de Maya Jane Coles, Claptone e Anabel Englund a Tosca, DJ Hell e Steve Bug. 

Além dela e da anfitriã, estarão comandando o som a carioca Pluma Bea, residente da Festa até as 4 e cofundadora da Plexo, que já se apresentou em importantes pistas brasileiras, como as de ODD, Gop Tun, Selvagem e Rock The Mountain; a paulistana Nana Kohat, residente da festa Katz e que já tocou em eventos como Universo Paralello, Coala Festival, SP Na Rua, Gop Tun e Voodoohop; e a também carioca Larissa Jennings, DJ, designer, ilustradora e tatuadora, que já foi prestigiada em rolês como Gop Tun, Urbecks Festival, Climão, Rara e Festa até as 4.

Desejo antigo de Eli Iwasa, a Closer surgiu na reta final de 2021, no Warung Beach Club, em Itajaí/SC. O contexto era o de retorno das casas noturnas e festas após dois anos de reclusão por conta da pandemia, e imperava, mais do que nunca, a necessidade de calor e contato humano.

Com a proposta de promover um espaço para aproximar profissionais mulheres, desde o palco aos bastidores da cena eletrônica brasileira — bem como de promover novos talentos a partir das oportunidades e espaços compartilhados pela DJ —, Eli se juntou à light designer Bruna Isumavut e a produtora executiva Priscila Prestes para dar vida ao projeto.

De lá pra cá, outras quatro edições foram realizadas: no Beehive Club, em Passo Fundo/RS (14/04/22); no CAOS, em Campinas/SP, um dos principais empreendimentos de Eli Iwasa (06/09/22); no Air Lounge & Club, em Maringá/PR (19/11/22); e no então recém-inaugurado Ccubo, em Caxias do Sul (18/03/23) — sempre trazendo atrações como ANNA, BLANCAh e Ella De Vuono.

Este será, portanto, o sexto evento da franquia, e o primeiro de 2024. Os ingressos já estão disponíveis via Blueticket.

  1. *Imagem: divulgação.

Sobre Eli Iwasa

Quando se fala em música eletrônica nacional, Eli Iwasa é logo mencionada, seja por seu pioneirismo ou pelo feito de se manter ativa nesta cena há mais de 20 anos. Além de tocar nos maiores eventos do Brasil e do mundo, como Lollapalooza, Rock in Rio e Time Warp, é sócia de três clubes que ajudaram a moldar o cenário eletrônico da região de Campinas — CAOS, Gate 22 e Club 88 —, bem como da Galerìa 1212 e do Písta 2002.

Ao lado de lendas internacionais como Todd Terry, Dave Clarke e Joseph Capriati, foi a única jurada brasileira de um concurso de produtores musicais no Amsterdam Dance Event (maior conferência de música eletrônica do mundo, em Amsterdã), e tocou na festa da label Life and Death (uma das mais icônicas do Velho Continente). Em 2019, ganhou um episódio na série “Quando Elas Tocam”, do Canal BIS, e foi indicada por três anos consecutivos ao prêmio de melhor DJ pelo Women’s Music Event Awards (maior premiação feminina do país).

Em 2023, se apresentou em Buenos Aires, estreou em Miami, na segunda temporada do Piknic Électronik, e esteve em Barcelona, onde tocou no Brunch Electronik. Iwasa passou também pelo icônico Hï Ibiza, em uma das noites de Vintage Culture — com quem protagonizou um B2B memorável no Gate 22.

Além de tudo isso, roda o Brasil com o inovador projeto Closer e é modelo no casting da Ford Models.

  1. *Imagem: divulgação.

Sobre a Closer

Closer é a primeira label party de Eli Iwasa, que somou forças com a light designer Bruna Isumavut e a produtora executiva Priscila Prestes para dar vida ao projeto. Com lineups 100% femininos, a proposta é percorrer as principais capitais brasileiras com o conceito, aproximando profissionais mulheres de diferentes áreas desse mercado, dividindo espaços de forma igualitária e segura, fortalecendo relações e criando pontes. 

A ideia é também compartilhar os espaços conquistados pela DJ ao longo de 20 anos de carreira com outras profissionais talentosas.

Inaugurada em dezembro de 2021, no Warung Beach Club, a festa já trouxe atrações como ANNA, BLANCAh, Due, Ella De Vuono, Kosma88 e Victoria Engel, e ainda passou por clubes como Beehive (RS) e CAOS (SP).

  1. *Imagem: divulgação.
  2. *Imagem de capa: Gui Urban

Leia também: Entrevista | Eli Iwasa e sua pluralidade no Tomorrowland Brasil

Laura Paro

Laura Paro

Graduanda em Jornalismo (PUC-SP). Onde encontrar: nas pistas onde o techno prevalece

CONFIRA MAIS

Ler mais

NOTÍCIAS RELACIONADAS