Entrevista

Entrevista | Shlomo fecha palco Generator no DGTL São Paulo

Laura Paro

Laura Paro

27 de novembro de 2023

Entrevista | Shlomo fecha palco Generator no DGTL São PauloEntrevista

Shlømo, DJ e produtor francês, foi o artista escolhido para fechar o palco Generator na última edição do DGTL São Paulo. O artista, que ganhou notoriedade anos atrás devido a sua produção musical extremamente variada, provou mais uma vez que o seu som é para aqueles que não cansam da pista agitada. 

Antes de sua apresentação no DGTL São Paulo, no dia 18 de novembro, o artista nos contou em entrevista sobre a sua empolgação por tocar pela primeira vez no festival e o quanto estava animado para sentir a energia dos brasileiros. Confira:

Muito boa noite família do We Go Out! Estamos aqui no DGTL São Paulo com Shlømo! Como você tá? 

Estou super animado por essa noite, mal posso esperar!

Qual a sua conexão com o DGTL Festival? Você já tocou antes? 

Eu nunca toquei! É a minha primeira vez… Nós já havíamos tentado combinar no passado, não tinha dado certo ainda. Mas assim, eu acho que era pra ter sido minha primeira vez no Brasil.

É a tua primeira vez visitando o Brasil? 

Não, eu já havia tocado aqui 3 ou 4 vezes...

O poder que você tem na cena do Hard Techno, eu venho acompanhando teu trabalho desde que lançou pelo selo ARTS e tracks do gênero, o teu VA "Fresh Blood"... É uma baita oportunidade, é uma plataforma perfeita para novos artistas e você é um grande exemplo para todos esses jovens, como você se sente com isso? O que tem a nos dizer?

Primeiramente, eu me sinto muito orgulhoso de ser uma dessas pessoas que podem abrir portas para artistas jovens e iniciantes. Eu acho também que é um dever para os artistas mais consolidados fazer isso, e foi por isso que eu criei o "Fresh Blood". Mas eu comecei anos atrás com Hadone, eu desenvolvi algumas músicas com ele e aí formamos o "Viper Diva". E sim… Eu acho que faz sentido pra mim criar uma plataforma só para artistas iniciantes.

Incrível! Acho que esta é uma das coisas mais importantes que um artista pode fazer pela cena. E, na verdade, eu tenho que te agradecer porque se não fosse por pessoas como você, eu não saberia praticamente nada do que sei hoje. Então é uma honra falar com você hoje. Estou muito animado pro teu set! O que podemos esperar?

Eu que agradeço! Como sempre, vocês podem esperar muita música ainda não lançada. É isso que eu gosto de tocar.. Você sabe como é, bastante Hard Techno, mas às vezes eu toco um pouco de Psy Trance, às vezes toco um pouco de Slow Techno, Fast Techno, depende, vai de acordo de como vai a pista. Eu nunca preparo antes meus sets, só a primeira música e depois vou sentindo o público. E eu acho também que é uma troca...

Você já viu como está o palco? Sério, o público tá enlouquecido. E eles estão muito animados… Muito obrigado pela conversa e eu estou muito ansioso pra ver você tocar.

Vi bem rápido… Legal! Muito obrigado!

Leia também: Entrevista | Acid Asian foi um dos destaques do palco Generator no DGTL São Paulo!

Laura Paro

Laura Paro

Graduanda em Jornalismo (PUC-SP). Onde encontrar: nas pistas onde o techno prevalece

CONFIRA MAIS

Ler mais

NOTÍCIAS RELACIONADAS